‘Chicago Boys’ podem usar modelo de ir dos EUA

Governo avalia imposto de renda dos EUA, com mais faixas e alíquotas maiores para ricos. Foto: Receita Federal/Reprodução

CLÁUDIO HUMBERTO

Uma das possíveis mudanças em estudo pela equipe econômica do governo Bolsonaro é criar mais faixas de contribuição no Imposto de Renda Pessoa Física (IRPF), como acontece nos Estados Unidos. Hoje, o IRPF tem quatro faixas no Brasil, variando de 7,5% a 27,5% para quem ganha mais de R$ 55,9 mil por ano. Nos EUA, quem ganha esse valor paga só 12%. E ainda há outras cinco faixas, até 37%, para quem ganha mais de US$ 500 mil por ano, cerca de R$ 1,9 milhão.

RICOS PAGAM MAIS
Os EUA têm três alíquotas acima da máxima brasileira: 32% para quem ganha até R$ 740 mil; 35% para até R$ 1,9 milhão e 37% acima disso.

NÃO AGRADOU
O ministro Paulo Guedes (Economia) não desistiu da simplificação com apenas três faixas e isenção maior, mas a ideia tem sido criticada.

O FEITO
O ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) também falou em redução de impostos e afirmou que “o feito” seria baixar a carga tributária para 25%.

MODISMO RELÂMPAGO
Uma semana depois parece ter passado a indignação entre jornalistas e analistas com a frase da ministra Damares sobre vestes de meninos e meninas. As jornalistas, principalmente na TV, já pararam de vestir azul.

O TEMPO NÃO PERDOA
Impressionou até o petista mais fanático a cabeleira grisalha de José Eduardo Cardozo, em visita a Lula. Dois anos após o impeachment, a profusão de cabelos brancos parece a do megalonanico Celso Amorim.

BATALHA
É batalha aberta na autarquia do Ministério da Educação: o presidente do FNDE, Carlos Decotelli, descobriu através do Diário Oficial que 10 dos seus funcionários foram demitidos entre quinta e sexta-feira (11).

NADA BEM
Entre técnicos e assessores de administrações passadas, foram exonerados do FNDE servidores de carreira levados pelo presidente atual do órgão para “liderar” o trabalho. O PT ainda é forte no FNDE.

VIAGEM AO 4º MUNDO
Quem achar um civil no gabinete do vice-presidente, general Hamilton Mourão, ganha uma viagem para o Haiti. Somente nesta sexta-feira (11) o Diário Oficial publicou a nomeação de 27 militares.

DE UM LADO AO OUTRO
O PSL de Jair Bolsonaro representa quase um quarto de todos os votos que Rodrigo Maia teria atualmente para presidente da Câmara. Mas em 2017, quando se elegeu, Maia tinha apoio de quase metade do PT.

CONDENAÇÃO EM 2ª INSTÂNCIA
O plano do ministro Sérgio Moro (Justiça) é a equipe do governo avaliar todo o texto do novo Código de Processo Penal em dois meses. Um dos pontos que deverá constar no novo CPP é a previsão em lei da realização de prisão após condenação em segunda instância na Justiça.

A MAIS CHEIROSA
A deputada Joice Hasselman (PSL-SP), a federal mais votada do Brasil, ainda não pode ser avaliada pela atuação parlamentar. Mas no Planalto é notada pela qualidade do perfume e das roupas que usa.

PENSANDO BEM…
…o governo já mudou, já a política…

Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *