Marcelo Odbrecht já fala pelos cotovelos à Polícia Federal

Marcelo Odebrecht foi preso em junho de 2014 pela Polícia Federal. Está perto de completar nove meses de prisão (Foto: Reprodução/Facebook)
Marcelo Odebrecht foi preso em junho de 2015 pela Polícia Federal. Está perto de completar nove meses de prisão (Foto: Reprodução/Facebook)

CLÁUDIO HUMBERTO

A nova sensação, na Lava Jato, é a disposição do empresário Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira, de prestar depoimento sob delação premiada. Ele já está sendo ouvido e “começou a cantar mais que canário”, segundo fonte com acesso à força-tarefa. É muito temida no PT e no Palácio do Planalto a delação de Marcelo, maior parceiro dos governo do PT – que o beneficiaram com negócios bilionários.

LÍNGUA TEMIDA
A delação de Marcelo Odebrecht é tão temida que Dilma queria tirá-lo da cadeia o quanto antes, conforme o senador Delcídio do Amaral.

NEGOCIAÇÃO
Delcídio conta haver participado de negociação, a pedido de Dilma, para nomear um ministro do STJ comprometido em soltar Marcelo.

NEM PENSAR
A Odebrecht pediu ajuda a velho “cacique” goiano, padrinho de ministra do STJ, para soltar Marcelo. Mas ela reagiu com um contundente “não”.

UM PARTO
Marcelo Odebrecht sucumbiu à delação após frustradas todas as esperanças de ser solto. No dia 19 ele completa 9 meses preso. (Leia mais na Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI.)

Notícias Relacionadas