Vitória bate o Coritiba com gol de Kanu e sai da zona de rebaixamento

Neilton arranca para o ataque no terceiro triunfo fora de casa desde a chegada de Vagner Mancini. Leão venceu o Flamengo, o Corinthians e agora o Coritiba. (Foto: Twitter)
Neilton arranca para o ataque no terceiro triunfo fora de casa desde a chegada de Vagner Mancini. Leão venceu o Flamengo, o Corinthians e agora o Coritiba. (Foto: Twitter)

O Vitória Leão soltou sua garra mais uma vez fora de casa e venceu o Coritiba por 1 a 0, com gol e Kanu no segundo tempo. O jogo válido pela quarta rodada do segundo turno do Campeonato Brasileiro, foi realizado na noite desta segunda-feira (28) no Estádio Couto Pereira, em Curitiba.

O goleiro Fernando Miguel foi decisivo para o resultado do jogo desta noite. Conhecido por defender pênaltis, Fernando Miguel ainda não havia feito defesas deste tipo nessa edição do Brasileiro. Ele pegou pênalti cobrado por Rafael Longuine no final do primeiro tempo e segurou 0 a 0 para o intervalo.

Com o resultado, o Vitória ultrapassa Chapecoense e Avaí e deixa a zona de rebaixamento – Rubro-Negro assume o 16° lugar, com 25 pontos.

Confira o gol do triunfo do Vitória

O Jogo – Nos minutos iniciais, o Coritiba procurou tentar tomar a iniciativa do jogo. Logo aos dois minutos, João Paulo achou o estreante Rafael Longuine livre na área. O meio campista tocou de cabeça, mas Fernando Miguel fez a defesa. Aos 11 minutos, o Coritiba balançou as redes do Vitória, mas a arbitragem pegou impedimento de Rafael Longuine, em lance contestado.

Enquanto o time paranaense seguia com mais posse de bola, procurando encontrar os espaços, o Vitória não abria mão de sua proposta de jogo, marcando o Alviverde atrás da linha da bola, tentando explorar a jogadas em transição. E criou algumas, principalmente com o atacante David.

Apesar da movimentação constante de Rafael Longuine e Rildo, o Coxa seguiu com dificuldades de se infiltrar na defesa baiana, que quase abre o placar aos 36 minutos, quando David recebeu pela esquerda e bateu cruzado. Wilson salvou.

No lance final do primeiro tempo, aos 41 minutos, Rildo fez jogada individual e Ramom cortou com um toque de mão. A arbitragem marcou o pênalti. Rafael Longuine cobrou, mas Fernando Miguel acertou o canto e fez a defesa.

No segundo tempo, o duelo começou agitado. Logo no segundo minuto de partida, Longuine cobrou escanteio da esquerda, Alan Santos tocou de cabeça, a bola tocou no zagueiro baiano e não entrou. A resposta do Vitória veio dois minutos depois, quando David bateu da pequena área e Wilson fez um verdadeiro milagre.

Se na etapa inicial o Coxa teve controle da partida, no segundo tempo o Vitória passou a encontrar mais espaços para agredir o Verdão. Neilton teve mais uma grande oportunidade, mas parou em Wilson. O Vitória abriu o marcador aos 22 minutos. Após escanteio cobrado na área alviverde, David chutou cruzado, Wilson salvou na primeira, mas no rebote, Kanú mandou para as redes.

Notícias Relacionadas