Comissões mais importantes serão do governo

Articulação garante ao governo o comando de todas as principais comissões da Câmara. Foto: Marcelo Camargo/ABr

CLÁUDIO HUMBERTO

Mais que maioria no plenário, o blocão do governo Bolsonaro garantiu as nove primeiras escolhas para as presidências das comissões permanentes na Câmara dos Deputados, as mais importantes. O comando da Comissão Constituição e Justiça faz “andar” ou “travar” projetos como a reforma da Previdência. Governistas terão também comissões que cuidam de orçamento, economia, infraestrutura etc.

DESPETIZAÇÃO
Outras comissões, como Educação e Direitos Humanos, serão – como define o ministro Onyx Lorenzoni (Casa Civil) – “despetizadas”.

SOBRANDO
Com 301 deputados de 11 partidos, o blocão terá direito, além das nove primeiras escolhas, a outras cinco comissões.

NOVA FORÇA
Liderado pelo PDT, o segundo bloco mais numeroso (105 deputados) terá direito a cinco comissões, mas a primeira escolha é só a décima.

PARTIDO MÍNIMO
O PT, que cantou de galo durante mais de uma década, agora terá cinco comissões, mas ficou atrás de PDT e PCdoB nas escolhas.

Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *