Al Iaquinta vence Kevin Lee por decisão unânime na luta principal do UFC Milwaukee

Al Iaquinta venceu Kevin Lee por decisão unânime (48-47, 48-47 e 49-46) (Foto: Site Oficial UFC/Divulgação0

A revanche entre Al Iaquinta e Kevin Lee na luta principal do UFC Milwaukee, realizado no último sábado (15), prometia ser um grande duelo – e foi. Depois de cinco rounds bem disputados, Iaquinta saiu vitorioso por decisão unânime dos juízes, repetindo assim o resultado do primeiro duelo entre ambos quatro anos antes, no UFC 169.

“Que luta! Eu vim aqui hoje sabendo que ele era muito duro. Posso vencer qualquer um no UFC. Nunca duvide do meu vigor. É minha principal arma, então eu sabia que o pegaria no quarto e quinto round. Em 2019, o cinturão peso-leve será meu”, falou Iaquinta.

Os lutadores tiveram momentos distintos no duelo. Enquanto Iaquinta se saia melhor na luta em pé, Lee conseguiu algumas quedas e manteve o controle no solo. No quarto e quinto rounds, no entanto, a parte física se mostrou favorável a Iaquinta, que dominou os assaltos e garantiu a vitória por decisão.

Uma das grandes certezas envolvendo Edson Barboza é que se a luta permanecer em pé, o brasileiro irá dar espetáculo. Pior para Dan Hooker, que sofreu três rounds até ser nocauteado pelo brasileiro na segunda luta mais importante do UFC Milwaukee.

“Dan é um cara duro e está no top 15 por um motivo. Ele é jovem e tem um grande futuro. Achei que foi uma boa luta e que todos vocês tenham gostado. Mudei tudo em minha vida e é melhor vocês acreditarem que o meu melhor está vindo. Estejam prontos para o novo Edson Barboza em 2019”, comentou o brasileiro.

Barboza usou diversas vezes os chutes baixos e na linha de cintura, minando a resistência de Hooker. O neo-zelandês mostrou muia resiliência durante a luta, mas no terceiro round foi à nocaute após um soco na linha da cintura.

Foi a sétima vitória por nocaute de Edson Barboza, que empatou com Melvin Guillard como o peso-leve que mais conseguiu vitórias por este modo no octógono.
Dez anos depois, o troco

Charles do Bronx conseguiu se vingar da derrota em 2010 e finalizou Jim Miller na primeira luta do card principal do UFC Milwaukee. O brasileiro precisou de menos de dois minutos para levar a luta ao solo, pegar as costas do norte-americano e dar números finais ao duelo com um mata-leão.

“Eu treino todos os aspectos do MMA, então estava preparado para qualquer coisa, mas amo conseguir a finalização. Assim que peguei as costas dele, sabia que precisava continuar atacando até conseguir o estrangulamento”, falou no octógono.

Confira os resultados completos do UFC Milwaukee:

CARD PRINCIPAL
Al Iaquinta venceu Kevin Lee por decisão unâmime (48-47, 48-47, 49-46);
Edson Barboza venceu Dan Hooker por nocaute aos 2m19s do 3º round;
Rob Font venceu Sergio Pettis por decisão unânime (triplo 30-27);
Charles do Bronx venceu Jim Miller por finalização (mata-leão) aos 1m15s do 1º round;

CARD PRELIMINAR
Zak Ottow venceu Dwight Grant por decisão dividida (28-29, 29-28 e 29-28);
Drakkar Klose venceu Bobby Green por decisão unânime (triplo 29-28);
Netto BJJ venceu Jared Gordon por nocaute aos 2m39s do 3º round;
Jack Hermansson venceu Gerald Meerschaert por finalização (guilhotina) aos 4m25s no 1º round;
Zak Cummings venceu venceu Trevor Smith por decisão unânime (triplo 29-28);
Dan Ige venceu Jordan Griffin por decisão unânime (triplo 29-28);
Mike Rodriguez venceu Adam Milstead por nocaute aos 2m59s do 1º round;
Juan Adams venceu Chris De La Rocha por nocaute técnico aos 58s do 3º round.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *