Vitória perde a quarta seguida e segue na zona do rebaixamento

O Vitória sofreu um gol logo aos 8 minutos, buscou o empate, mas não conseguiu. Time sofreu a quarta derrota seguida. (Foto: EC Vitória/Divulgação)

O Vitória continua se complicando e vendo ao rebaixamento para a segunda divisão cada vez mais próximo. Jogando na noite desta sexta-feira (5) no Barradão, o time dirigido por Paulo César Carpegiani sofreu mais uma derrota em casa: perdeu para o Santos por 1 a 0, com gol de Carlos Sanchez aos 8 minutos do primeiro tempo. Foi a quarta derrota seguida dos baianos. O resultado manteve o Vitória com 29 pontos, em 17º. O Santos pulou para sétimo, com 39 pontos

Visivelmente nervoso, o time do Vitória começou mal a partida e já sofreu um gol logo no primeiro bom ataque do Santos, aos oito minutos. O uruguaio Carlos Sánchez recebeu de Dodô e arriscou de fora da área. A bola desviou em Lucas Ribeiro, traindo o goleiro Ronaldo, e morreu no fundo do gol.

Após o gol, o Vitória cresceu e tentou pressionar em busca do empate. Aos poucos, o Santos foi recuando e se viu envolvido nas jogadas ofensivas do adversário, que só não empatou porque pecava na hora da finalização.

Na segunda etapa, o Vitória seguiu mais presente no campo de ataque, mas esbarrava em noite inspirada do goleiro Vanderlei, que foi bem exigido e se destacou na meta do Santos mais uma vez.

Já estava difícil para o Vitória buscar o empate e tudo ficou ainda mais complicado aos 28 minutos, quando Maurício Cordeiro atingiu Diego Pituca em uma disputa pelo alto e foi expulso pelo árbitro gaúcho Daniel Nobre Lins.

Com um jogador a menos, a equipe baiana não conseguiu mais pressionar e conheceu mais uma derrota no Campeonato Brasileiro, permanecendo mais uma rodada dentro da zona do rebaixamento.

O Santos volta a campo no sábado, dia 13 de outubro, quando recebe o Corinthians para um clássico no Pacaembu, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. No dia seguinte, é a vez do Vitória enfrentar a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó.

Notícias Relacionadas