Exilados cubanos estranham morte de ativista político em Cuba

CLÁUDIO HUMBERTO

Morte à cubana – Exilados cubanos estranham a morte, num acidente de carro domingo, de um dos mais conhecidos ativistas políticos de Cuba, Oswaldo Payá, 60. As Damas de Branco querem investigação rigorosa do caso, que lembra “acidentes” na ditadura brasileira. Mas essa é a “dos outros”. (Coluna de Cláudio Humberto)

Leia também:

Notícias Relacionadas