Cruz das Almas teve 29 pessoas queimadas durante o São João

Salvador – Dados divulgados pela Santa Casa da Misericórdia, de Cruz das Almas, apontam que 29 pessoas deram entrada na unidade, vítimas de queimaduras durante os festejos juninos, desde a última sexta-feira (22). Uma das vítimas está internada em estado grave. O hospital não divulgou o nome da vítima.

Cruz das Almas, no Recôncavo Baiano, a 150 KM de Salvador, é famosa por promover no São João a tradicional “Guerra das Espadas”, proibida pela Justiça.

Segundo a Delegacia de Polícia local, 10 pessoas foram detidas na cidade, após soltar “espadas” durante os festejos. De acordo com policiais civis no município, foram presas com o material, que é proibido na cidade.

A decisão de manter a proibição do uso das “espadas” na cidade, estabelecida em junho de 2011, foi tomada pela juíza Luciana Amorim Hora, da vara crime de Cruz das Almas e está sendo cumprida na cidade pelas policiais civil e militar. A decisão da justiça baiana proíbe a queima, a fabricação, o estoque e a comercialização das “espadas”, sob pena de prisão em flagrante.

Os policiais da delegacia de Cruz das Almas não informaram, no entanto, se as dez pessoas presas faziam uso ou comercializavam os fogos de artifício quando foram pegos em flagrante pela polícia.

Notícias Relacionadas