Lula será investigado na justiça comum

CLÁUDIO HUMBERTO

A representação da oposição contra o ex-presidente Lula foi encaminhada nesta terça-feira (29) à primeira instância da Justiça Federal. O documento foi apresentado ontem (28) à Procuradoria Geral da República (PGR) e o procurador-geral, Roberto Gurgel, entendeu que Lula não tem mais foro privilegiado. Desta forma, qualquer investigação contra o ex-presidente deverá ser feita pelo Ministério Público Federal do Distrito Federal (MPDF) e não pela PGR.

A representação foi feita pelos líderes do PSDB, DEM, PSOL e PPS, após o ex-presidente ser acusado de pressionar o ministro Gilmar Mendes para que o Supremo Tribunal Federal (STF) adie o julgamento do mensalão. Diante do fato, a oposição acusa Lula de praticar os crimes de tráfico de influência, coação no curso do processo penal e corrupção ativa. (Coluna de Cláudio Humberto)

Notícias Relacionadas