Grupo Gerdau teve “anos dourados” com o PT

Jorge Gerdau
Jorge Gerdau/Foto: Reprodução/Facebook

CLÁUDIO HUMBERTO

Enrolada na Operação Zelotes, a gigante da siderurgia Gerdau ganhou dinheiro na era petista como poucas empresas: quase R$ 90,8 milhões pagos pelo Executivo entre 2004 e 2015. O grupo também ascendeu politicamente na era PT e tem livre-trânsito no Planalto. Ex-presidente do conglomerado, Jorge Gerdau caiu nas graças do governo, não foi ministro porque não quis e virou membro do “conselhão” de Dilma.

MUITA GRATIDÃO
Na disputa eleitoral pela Presidência da República, o grupo Gerdau foi generoso com a campanha de Dilma, para quem doou R$ 5 milhões.

BOLSA EMPRESÁRIO
Desde o fim do governo de Lula e início da gestão Dilma, entre 2010 e 2012, o grupo Gerdau faturou R$ 90 milhões no governo federal.

CONFUSÃO
A figura de Jorge Gerdau é tão forte que ele foi citado como alvo da 6ª fase da Zelotes. Era o filho André, presidente do grupo desde 2007.

MULTA INDEVIDA
Presidente do grupo, André Gerdau disse à PF que recrutou escritórios especializados apenas para provar ser descabida a multa de R$1,5 bi.

Notícias Relacionadas