Governo do Estado abandona Distrito Industrial de Barreiras

O matagal tomou conta de galpões das empresas e a estrada de acesso está intransitável. (Foto: Blog do Sigivilares/Reprodução)
O matagal tomou conta de galpões das empresas e a estrada de acesso está intransitável. (Foto: Blog do Sigivilares/Reprodução)
Empresários do Distrito Industrial de Barreiras, em Barreiras, no Oeste da Bahia, denunciaram o completo abandono, pelo Governo do Estado, de todas as instalações do empreendimento. Criado há mais de 20 anos, 13 empresas atuam atualmente no distrito. Com infraestrutura precária, o DIB tem uma via de acesso completamente abandonada e a queda de energia é frequente. Recentemente, os empresários bancaram a execução de alguns serviços para evitar o fechamento do DIB.

Por falta de incentivo do Governo do Estado e a elevada carga tributária, muitos empresários de Barreiras estão transferindo seus negócios para outros Estados. Para agravar a situação, o governo estadual sancionou a Lei 13.468/10 dezembros de 2015, que altera a Lei 11.631 de dezembro de 2009, que entrará em vigor no mês de abril deste ano, onde cria o Fundo Estadual de Manutenção das Áreas Industriais da SUDIC – FUNEDIC.

A principal mudança é que passará a ser cobrado o valor de R$ 0,50/m² para manutenção dos distritos industriais na Bahia. Essa medida vai elevar os custos para cada empresa, já que as áreas são muito grande e em alguns casos vai inviabilizar os negócios.

Com o objetivo de lutar pelos interesses dos empresários junto ao Governo do Estado, os empresários que atuam no Distrito Industrial de Barreiras criaram recentemente a Associação das Empresas do Distrito industrial de Barreiras, ADIB. A entidade ou até mesmo a Prefeitura Municipal de Barreiras poderia assumir a administração do Distrito industrial, desde que houvesse um entendimento junto ao Governo do Estado para realizar melhorias na infraestrutura para que a partir daí fosse transferido a responsabilidade da gestão do local de fundamental importância para o desenvolvimento da região. (Com informações do Blog SigiVilares)

Notícias Relacionadas