Greve da PM deixa rastro de assassinatos e saques em Salvador

grevedapm.saquesAs ruas esvaziadas pela greve da Polícia Militar da Bahia não impediram que a violência avançasse na região metropolitana de Salvador na segunda noite após o início da paralisação.Segundo a Secretaria da Segurança Pública, houve ao menos quatro saques e nove homicídios na região das 19h de quarta-feira (16) até o início da madrugada desta quinta-feira (17).

Os homicídios foram registrados em bairros da periferia de Salvador, como Fazenda Grande do Retiro e Valéria, e em cidades da região metropolitana, como Lauro de Freitas e Camaçari.Já os saques se concentraram na região de Brotas, área de classe média de Salvador.
Supermercados foram os principais alvos.

A secretaria não dispunha, até a publicação desta reportagem, de informações sobre itens roubados ou eventuais prisões relacionadas a esses saques.Os números da criminalidade na atual greve sugerem aumento da violência após o começo do movimento. Na terça e quarta da semana passada (8 e 9), a Grande Salvador registrou cinco homicídios e 15 roubos ou furtos de carros, segundo os dados oficiais publicados pela pasta da segurança. (Informações da Folha de S. Paulo)

Notícias Relacionadas