Após apoiar Maia, Bolsonaro tocará reformas.

Apoio a reeleição de Maia só veio com compromisso para tocar agenda de reformas. (Foto: Agência Brasil)

CLÁUDIO HUMBERTO

O apoio do presidente Jair Bolsonaro à reeleição de Rodrigo Maia (DEM) somente foi concretizado após o presidente da Câmara convencê-lo dos seus compromissos com a agenda de reformas e diminuição do Estado. O discurso da vitória de Maia soou como música aos ouvidos do governo, ao afirmar que, nos últimos 30 anos o Brasil “foi capturado por interesses de corporações públicas e privadas”.

MODERNIZAÇÃO
No discurso, o presidente da Câmara deixou claro o compromisso de aprovar projetos que levem à modernização do Estado e da economia.

PREVIDÊNCIA JÁ
A prioridade absoluta será a reforma da Previdência, mas Rodrigo Maia gosta muito da ideia de acabar com a Justiça do Trabalho.

PRIVATIZAÇÃO JÁ
Um dos maiores desafios da Câmara, ao qual Maia prometeu apoio, será o arrojado programa de privatização e extinção de estatais.

INIMIGAS PÚBLICAS
Pelo entendimento de Rodrigo Maia, as corporações comprometeram as despesas e deixaram o País sem capacidade de investimento.

Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *