Tia Eron consegue cargo de secretária da Mulher no governo Bolsonaro

Tia Eron: “Não me furtarei a cumprir com meu dever” (Foto: Reprodução)

Enfim, uma boa notícia para Tia Eron. Depois de perder a reeleição para a Câmara Federal, ela assumirá cargo de secretária da Mulher, no ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, no governo do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

O anúncio foi feito ontem (2) durante cerimônia de posse da titular da pasta, a advogada e pastora evangélica Damares Alves.

Tia Eron ganhou os holofotes em 2016, quanto selou o destino do então presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB), na comissão de ética.

Na ocasião, a ex-deputada deu o voto que selou a cassação do deputado. Ao justificar a escolha, mesmo sendo próxima do emebista, bradou: “Não mandam nessa nega aqui”.

Notícias Relacionadas