Luan Santana grava DVD 1977 com Ivete,Anitta, Sandy e dá selinho em Camila Queiroz

Luan Santana dá selinho em Camila Queiroz (Foto: Rober Lélis/Divulgação)
Luan Santana dá selinho em Camila Queiroz (Foto: Rober Lélis/Divulgação)

Luan Santana faz homenagem ao universo feminino em “1997”, DVD em parceria com mulheres. Ivete Sangalo, Anitta, Sandy, Marília Mendonça, Ana Carolina e Camila Queiroz são as convidadas. O cantor as recebeu em Paulínia, no interior de São Paulo, para gravação durante esta semana e protagonizou momento fofo com a Mafalda, de Êta Mundo Bom!.

“Cada convidada teve um conceito no DVD. O selinho em Camila foi porque a música chama ‘Amor de Interior’, uma coisa suave”, esclarece o jovem popstar, que beijou a mão de Sandy, deu um abraço carinhoso em Ivete e um beijo na testa de Anitta, na concepção artística do projeto.

Camila e Luan se conhecem faz algum tempo: “Já a conhecia de bastidores, programas de TV, Festeja e Criança Esperança”. O convite para a participação em “1977” veio depois que o cantor a assistiu em vídeo na internet.

Ivete é uma inspiração para Luan Santana no DVD '1977' (Foto: Arquivo Pessoal)
Ivete é uma inspiração para Luan Santana no DVD ‘1977’ (Foto: Arquivo Pessoal)

“Ela cantou a música de ‘Jogos Vorazes’ no Snapchat, mas fiquei surpreso quando ela me disse que era dublagem. Mesmo assim fiz o convite e ela ficou surpresa. Camila mostrou uma leveza na voz muito linda, saindo da alma como é o jeito dela”, conta Luan.

“1977” será o quinto disco ao vivo do sertanejo. Seu último álbum, “Acústico”, foi lançado em 2015. A obra faz referência ao ano de criação do Dia Internacional das Mulheres e conta com 11 músicas, do axé ao sertanejo, em que apenas três não são composições de Luan Santana.

“Tem horas que pensei que estava sonhando com a realização do DVD. Ana Carolina, maior voz do Brasil estava ao meu lado; com Sandy foi a realização de um desejo de criança, ela me inspirou a cantar com Junior; Anitta é amiga de todas as horas, a primeira a saber desse projeto; Marília, pela força e pelo sertanejo que tinha de estar presente em minha obra, já que sempre bebi desta fonte; e Camila pela grande oportunidade e seu jeito meigo de cantar”, enumera o cantor em tom de agradecimento.

Notícias Relacionadas