Greve de ônibus em Salvador pode ser deflagrada amanhã pelos rodoviários

Os ônibus urbanos podem não sair da garagem quinta-feira
Os ônibus urbanos podem não sair da garagem quinta-feira
Salvador – Depois do cartão amarela de advertência que deram hoje aos empresários do setor de transportes, fazendo uma paralisação relâmpago do sistema intermunicipal, os rodoviários têm nesta quarta-feira, das 9 às 15 horas, uma assembleia geral. O assunto da pauta é único: uma decisão sobre a deflagração ou não da greve de ônibus, que, se decretada, vai atingir os sistema urbano, metropolitano e intermunicipal.

Leia decisão de hoje:

A assembleia será realizada no Ginásio do Sindicato dos Bancários, nos Aflitos. Hoje o clima entre dirigentes do Sindicato dos Rodoviários indicava pela paralisação. “A categoria não vai aceitar de jeito nenhum o aumento que os patrões ofereceram, bem distante dos 15% que reivindicamos”, disse um dirigente dos Rodoviários ao JORNAL DA MÍDIA.

Na semana passada, na última rodada de negociação com os empresários, o SETPS colocou na mesa um índice de 4,13% e a Abemtro 4,5%, percentuais inferiores à inflação do período e que não contemplam os rodoviários. A categoria reivindica 15% de reajuste salarial, redução da jornada para 6h sem redução de salário, ticket de R$15,00, trinta dias por mês e nas férias, fim da dupla função, das terceirizações e das cobranças de avarias.

Notícias Relacionadas

6 Comentários

  1. Antonio

    Vão trabalhar rebanho de vagabundo, só quer saber de aumento de salario, eu tenho que trabalhar rapaz, pegar meu busu, só quero saber se o preço do ônibus vai aumentar por causa de vocês.

  2. Usuário

    A greve é um direito de todo trabalhador, porém não se esqueçam que em suas manifestações de greves (senhores trabalhadores rodoviários) é sempre a população quem sofre e acaba pagando o custo dessa ação.
    Então, não sejam intransigentes na hora de negociar e lembrem-se que quem tudo quer, tudo perde.

  3. Usuária

    Prezado Antonio, antes de mais nada não classifique os rodoviários como vagabundos porque não são. Não tenho nenhum parente que tenha essa profissão mas sou usuária diária do transporte publico e vejo como tais trabalhadores sofrem: passageiros estressados e extremamente mal educados,jornada de trabalhos esgotantes, engarrafamentos e assaltos, só para citar alguns. A greve é um direito de todo trabalhador. Agora claro contamos com o bom senso dos rodoviarios durante as negociações e orar a Deus para que nos proteja.

  4. Anonimo

    É sempre assim, No final quem paga a conta é a população. É mais facil Pros empresarios darem um almento pra eles e no final jogar isso emcima na passagem. Eu aposto que no final de 2013 ou até antes a passagem de onibus vai estar custando 3,00 ou mais. E o transporte publico vai continuar a mesma merda de sempre. Com atrasos, super lotação e tudo que o Trabalhador já sabe.

  5. Fátima

    Não digo que são todos, mas uma parte dos motoristas de ônibus de Salvador precisa melhorar o atendimento à população. Muitos ainda não param nos pontos e ignoram, quando querem, o chamado dos passageiros. Absurdo. Precisam de educação básica, ao menos.

  6. lucinalva

    eu acho um absurdo a passajem de onibus almentar para 3 reais o atendimento aqui pricipalmente em salvador e muito mal e pricipalmente aqui no bairro onde moro os onibus levam mais de uma hora pra sair, se eles querem almento deveriam atender melhor os passajeiros e tratar com mais educasao e colocar onibus mais confortaveis.tem um pais ai que ate arcondicionado tem nos onibus aqui em salvador o governador so se emporta com o conforto dos turistas quando vai chegano carnaval ai queeles vai melhorano um pouquinho as ruas e tapano os buracos.

Comentários estão suspensos