Volta de Kaká ao futebol italiano não depende só do Milan

AGÊNCIA ANSA

Milão – O vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, afirmou que a chegada do Kaká depende de um esforço conjunto das três partes envolvidas, caso contrário será impossível a volta do jogador brasileiro.

“Kaká irá chegar se conseguirmos chegar a um acordo, nós, o Real [Madrid] e o jogador. Tem o problema do salário, que não é mais a realidade na Itália. Por isso, precisamos encontrar soluções novas”, explicou o dirigente italiano.

Galliani negou qualquer negociação com Balotelli e classificou como invenções os rumores da chegada de Mourinho à equipe rossonera. “Tem só uma negociação em andamento e é a de Kaká, que é dificílima”, explicou.

O dirigente também comentou sobre a falta de dinheiro no futebol italiano e afirmou que é um reflexo da situação italiana no geral. “A Itália está na situação econômica que está e o futebol faz parte da vida italiana”, completou Galliani.

AnsaLatina

Notícias Relacionadas