Governo baiano gasta R$ 2,1 milhões em reforma de prédio

papoafiado

GOVERNO GASTA R$ 2,1  MILHÕES  EM REFORMA DE PRÉDIO

A licitação
Prédio do TCE: é muita grana numa reforma só

O momento é de contenção de gastos na Bahia, certo?

Mais ou menos. O governo Wagner vai torrar exatos R$ 2.117.907,38 em obras de reforma do edifício sede do TCE/TCM, no Centro Administrativo da Bahia, e na ampliação do estacionamento.

O serviço será executado pela Beirute Engenharia Eireli e o prazo de conclusão é de oito meses.

O resultado da licitação foi publicado na edição do Diário Oficial deste final de semana.

FORRÓ EM NOVA YORK

Começa hoje, dia 26, e vai até o próximo sábado, o projeto Forrocopa da Bahia em Nova York. O evento será realizado na Rua 46, em Manhattan. Chique, não?

Em tempo: a Secretaria de Cultura do Estado patrocina a iniciativa. Liberou R$ 150 mil para o forrozeiro Zelito Miranda.

Buraco
A cratera já tem mais de dois meses

VIA BAHIA HUMILHA OS BAIANOS

E nada da Via Bahia tampar a cratera da BR-324. Já são quase três meses de obra – tempo suficiente para se construir uma estrada novinha em folha – e o buraco está lá firme e forte para desespero de milhares de usuários da rodovia.

O buraco surgiu no início de junho. Primeiro, a concessionária tentou empurrar o problema para a Prefeitura de Salvador, mas não colou. Sem alternativa, teve que assumir o conserto. Ao que parece resolveu então pirraçar e humilhar os baianos.

A obra se arrasta e o Ministério dos Transportes já ameaça abrir processo contra a empresa.

Pior de tudo: quem trafega pela estrada ainda tem que pagar pedágio. Só mesmo na Bahia.

LICITAÇÃO FRACASSADA

Entrou água na privatização do Centro de Convenções da Bahia. A concorrência para contratação de serviços técnicos especializados de consultoria econômico-financeira, jurídica e de engenharia visando à estruturação do projeto de concessão  fracassou.

O consórcio constituído pelas empresas BF Capital Assessoria em Operações Financeiras LTDA, Manesco, Ramires, Perez, Azevedo Marques Sociedade de Advogados e Mckinsey & Company inc. do Brasil Consultoria LTDA  apresentou um preço muito acima do máximo permitido para a realização do serviço.

SECRETARIADO DE WAGNER É DO TAMANHO DO ROMBO

Espanta o número de secretários de Estado no governo Wagner
Espanta o número de secretários de Estado no governo Wagner

A crise financeira sem precedentes da Bahia só supera mesmo o pomposo secretariado de Jaques Wagner, que é algo espetacular. Enquanto o governador culpa, de forma bisonha, a geladeira (a redução do IPI da linha branca) pelo rombo, foto divulgada por sua  assessoria de imprensa mostra Wagner comandando uma reunião com os seus secretários, semana passada, que não resultou em absolutamente nada.

Realmente, é muita gente para um governo que tão pouco produz. Alguns nomes citados como secretários ninguém nunca ouviu falar. Exemplo: Wilson Brito, que, acreditem, é titular da  Secretaria de  Integração e Desenvolvimento Regional (Sedir). Outro nome: Elias Sampaio, secretário de   Igualdade Racial. Mais um: Carlos Costa, secretário da Indústria Naval e Portuária da Bahia.  É pra afundar mesmo o Estado!

Mercado Modelo envergonha turistas
Mercado Modelo envergonha turistas

SÓ NA BAHIA…

Turista chega ao Mercado Modelo e dá vontade de fazer xixi.

Procura um sanitário e encontra um todo acabadinho.

Ao tentar entrar, é barrada por uma mulher com um rolo de papel higiênico na mão e uma garrafa de pet cortada ao meio na outra.

Pega o papel e a anfitriã aponta a garrafa pet para ela.

– Mas eu não preciso desse vasilhame, não.

E ouve:

– Mas aqui é pra coroa botar o din-din. É “cinco real”.

É assim que os visitantes são recebidos em Salvador. E o Mercado Modelo, hein? Coisa deprimente, vergonhosa.

A frota do transporte clandestino passa de 10 mil veículos na Bahia.
A frota do transporte clandestino passa de 10 mil veículos na Bahia.

PIRATARIA NA TERRA E NO MAR

As empresas que operam o transporte intermunicipal de passageiros já perderam mais de 40% do mercado para os transportadores clandestinos. A Abemtro (entidade que congrega o setor) aponta que a frota pirata passa dos 10 mil veículos. São vans, topics, kombis e até carro de passeio transportando vidas humanas sem nenhuma segurança.

A situação se agravou desde que o governador Wagner criou, em 2008, uma tal “Lei do Transporte Complementar”. Desde então, topiqueiros foram estimulados por petistas a criarem cooperativas para passar para a sociedade que o serviço que prestam é “regular e legal”. Quando não rodam com a proteção do governo, operam através de bondosas liminares concedidas por juízes no interior do Estado.

Os empresários do transporte intermunicipal deixaram de investir na renovação da frota, como fizeram no início do governo Wagner.

E no Mar… A pirataria chegou também ao transporte marítimo. Tudo na cara do governo. Uma verdadeira sangria para as empresas que empregam e pagam impostos. Em vez de regular, o governo desregula tudo. A população come gato por lebre.

VIVA O PROGRESSO!

No passado, os escravos chegavam ao Brasil em caravelas; hoje, chegam em aviões da Cubana de Aviación.

bahiaprotesto2

O BAHIA SOB O DOMÍNIO DO PT

Fernando Schmidt, chefe de gabinete do governador Jaques Wagner, mergulhou de vez em sua campanha pela presidência do Bahia. As eleições serão dia 7 de setembro. Schmidt já está conseguindo amansar setores da crônica esportiva que antes detonavam a ideia de o Bahia continuar sendo comandado por partidos políticos.

Para “dialogar” com a desavisada torcida tricolor, Schmidt divulgou até seu número de telefone celular (9981-6603) e o seu endereço eletrônico ([email protected])

Enquanto isso, nas redes sociais crescem as reações ao candidato designado por Wagner para assumir o Bahia. Torcedor tricolor ferrenho, o jornalista José Valverde, que comanda o grupo “Xô Corrupção” no Facebook, disparou: “O fraco governador (Wagner) quer dominar o Bahia em busca de uma dose extra de popularidade, inicialmente a serviço das eleições de 2014”.

Notícias Relacionadas