Concurso público de 1.383 cartórios é suspenso por erro de edital

O concurso público para escolha dos futuros delegatários dos 1.383 cartórios na Bahia foi suspenso pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA). O desembargador Mário Alberto Hirs, presidente do TJ-BA, tomou essa decisão porque foi constatado um erro no edital do certame. De acordo com a assessoria do tribunal, o cronograma da seleção não previa o prazo para realizar audiências públicas entre as seis etapas do concurso. Nesse período, os candidatos poderiam interpor recursos.

A inscrição no certame começaria nesta quarta, 14, mas isso não chegou a acontecer, já que a suspensão foi divulgada no Diário Oficial do Judiciário do mesmo dia. De acordo com a assessoria do TJ-BA, um novo edital deve ser publicado na próxima semana, informando os prazos do concurso.

O certame é organizado pela Comissão de Concurso do TJ-BA juntamente com o Centro de Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe). As vagas são para bacharéis em direito ou quem tiver exercido, por ao menos dez anos, funções em serviços notariais ou de registros. A previsão inicial era que o resultado fosse divulgado em julho do ano que vem. (A Tarde)

Notícias Relacionadas