PMs são presos por assassinato e tortura de adolescente em São Cristovão

policia.marca2Salvador – O tenente Marcos Rogério Nóia da Silva e os soldados Jurandir de Oliveira Santos, Prisciliano Nery de Souza e Heric Luiz Paes Alves, lotados na 49ª Companhia Independente de Polícia Militar (São Cristóvão), estão presos na Corregedoria Geral da PM, na Pituba, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva por tortura, homicídio e tentativa de homicídio, representado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e acatado pelo Ministério Público e pelo Poder Judiciário.

De acordo com o diretor do DHPP, delegado Jorge Figueiredo, presidente do inquérito, os policiais torturam e executaram a adolescente Lucianne Oliveira Reis, 15 anos, e tentaram matar Raílson de Jesus Santos, em 30 de novembro de 2012, na rua Bela Vista, Loteamento Vila Verde, em São Cristóvão.

Denunciados pelo MPE, os indiciados já respondiam ao inquérito desde janeiro deste ano, quando tiveram prisão temporária decretada. Os militares responderão a Processo Administrativo e seguem custodiados no Batalhão de Choque da Polícia Militar, em Lauro de Freitas, onde aguardam julgamento. Os mandados de prisão foram expedidos pelo 2ª Juízo da 2ª Vara do Tribunal do Júri.

Notícias Relacionadas