Geddel quer ser o candidato das oposições ao governo e pede união logo

Nota publicada hoje no Raio Laser da Tribuna informa que o vice-presidente da Caixa, Geddel Vieira Lima (PMDB) não esconde de ninguém o desejo de encabeçar a chapa das oposições nas eleições para o governo em 2014. Contudo, ele resalta que não será empecilho para o entendimento.

“Desejo ser candidato a governador pela experiência política e de gestão que tenho, com condição clara de liderar um projeto de governo contra o PT, que tem um desempenho pífio”, sustenta Geddel.

O peemedebista, que foi derrotado em 2010, frisou que se o prefeito ACM Neto quiser ser candidato, terá seu apoio e completou:

“Se Imbassahy, que é um grande quadro, decidir entrar na disputa, eu posso apoiá-lo também. Agora, só peço que a oposição se una logo”, disse, para arrematar que nem ele nem o PMDB serão obstáculos para a unidade. “Estamos dispostos a apoiar, da mesma forma que ser apoiado”, disse. O peemedebista acredita que uma definição sobre o assunto esteja nas ruas no início do segundo semestre.

Notícias Relacionadas

1 Comentário

  1. JOSE MOURA

    Kkkk …, espera mais KKKKK… ainda mais (rsrrsrs)

    Só pode ser PIADA, e de mau gosto…

    Pode deixar, o Geddel vai ter o apoio de todo o PMDB e do seu irmão Lúcio da Silva Sauro…

    Geddel, você já ouviu falar em SIMANCOL???

    Preste atenção! Primeiramente, para postular o cargo de Governador vc primeiro devia ter coerência partidária e não apoiar candidatos que não fazem parte da Base do Governo, o qual vc “serve”, ou afinal, você não ocupa um cargo público na Caixa Econômica Federal?

    Que merecimento e quais virtudes vc acha que tem que o credencia a sonhar em ser Governador???

    A propósito, continue ouvindo aquela música… Sonhar não custa nada…

    Sabe quando você vai ser governador, N – U – N – C – A!

    Geddel você é mesmo SEM NOÇÃO…

    Pra facilitar a vida do Gedde SEM NOÇÃO, está aí o endereço pra vc comprar o SIMANCOL:

    http://www.google.com.br/search?q=simancol&hl=pt-BR&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=KrUnUf3BAYbq8gTXh4HYAg&ved=0CDIQsAQ&biw=1014&bih=206#hl=pt-BR&tbm=isch&q=semancol&revid=1251567196&sa=X&ei=WrUnUaaBDMOV0QGmroCABw&ved=0CE4QgxY&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.&bvm=bv.42768644,d.dmQ&fp=f9096c472e27427b&biw=1014&bih=206http://www.google.com.br/search?q=simancol&hl=pt-BR&tbm=isch&tbo=u&source=univ&sa=X&ei=KrUnUf3BAYbq8gTXh4HYAg&ved=0CDIQsAQ&biw=1014&bih=206#hl=pt-BR&tbm=isch&q=semancol&revid=1251567196&sa=X&ei=WrUnUaaBDMOV0QGmroCABw&ved=0CE4QgxY&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.r_qf.&bvm=bv.42768644,d.dmQ&fp=f9096c472e27427b&biw=1014&bih=206

Comentários estão suspensos