Record ganha Prêmio Rei da Espanha com reportagem sobre exploração infantil

Domingos Meirelles é o apresentador do Repórter Record Investigação.
Domingos Meirelles é o apresentador do Repórter Record Investigação.
A Rede Record recebeu um dos mais importantes prêmios internacionais de jornalismo, o Prêmio Rei da Espanha, com a reportagem “As Eternas Escravas”, realizada pelo programa Repórter Record Investigação. A produção competiu com trabalhos de 34 países e foi escolhida pelo júri por unanimidade.

A mesma reportagem já havia vencido, no ano passado, o Prêmio ExxonMobil (Prêmio Esso) de Telejornalismo e o 32º Prêmio Direitos Humanos de Jornalismo. Este é o oitavo prêmio recebido pelo Repórter Record Investigação desde sua estreia, em 2014.

Os profissionais ganhadores são o apresentador Domingos Meirelles, o repórter Lúcio Sturm, o editor Marcelo Magalhães, o editor-executivo Gustavo Costa, o cinegrafista Michel Mendes, o auxiliar Valmir Leite, o editor de pós-produção Caio Laronga, a finalizadora Natália Florentino e os sonoplastas Rafael Ramos e Julio Cesar.

Durantes dois meses, a equipe do programa levantou documentos exclusivos e investigou a exploração e tortura de crianças descendentes de escravos de um quilombo, a 320 km de Brasília. Devido à repercussão do trabalho, foi aberta uma comissão parlamentar de inquérito no estado de Goiás para apurar os abusos, fato destacado pelo júri, assim como a elegância da linguagem visual e a capacidade de resumir múltiplos problemas sociais em uma única reportagem.

Notícias Relacionadas