Jornal da Mídia - Notícias em Cima da Hora  

CapaClassificados Recomende o JM Fale ConoscoAnuncie Aqui
Quinta-feira, 17 de Abril de 2014 H
Publique nosso noticiário em seu site como se ele fosse seu. É grátis e fácil!!!











Um produto da
Texto Pronto Comunicação

:: Alô Bahia ::
Esperto
Ex-presidente da Petrobras prefere investir em ações da Vale
• Por Antonio Raimundo da SilveiraQuinta-feira, 15/03/2012 13:03

Pelo que se deduz da declaração de bens do ex-presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, publicada quarta-feira (14) no Diário Oficial do Estado -- em obediência aos trâmites legais para sua investidura na Secretaria de Planejamento da Bahia --, ele não confiava na valorização das ações da estatal que presidia.

A lista de bens revela que o mercado de ações foi o segmento da economia escolhido por Gabrielli para investir suas economias. Nada menos que R$ 1,4 milhão estão pulverizados em ações de várias empresas.

Foto
Gabrielli (à direita) com Lula (centro) durante a capitalização da Petrobras: festa para o governo e tristeza para os investidores
Entretanto, do total ele dispõe de apenas R$ 120 investidos em papéis da Petrobras. A blue chip preferida de Gabrielli é a da privatizada Vale do Rio Doce. Ele tem R$ 384,9 mil investidos em ações da mineradora.

Dados históricos relacionados à valorização das ações das duas empresas podem explicar a preferência de Gabrielli. No decênio 2001 a 2011, de acordo com a consultoria Economática, o valor dos papéis da Vale praticamente triplicaram em relação aos da Petrobras.

Enquanto as ações ordinárias da Vale valorizaram 834%, as da Petrobras chegaram a apenas 250%. Comportamento semelhante é observado nas ações preferenciais, sem direito a voto. Neste caso, enquanto as ações da Vale valorizaram 765%, as da Petrobras avançaram 257%.

Como se vê, de besta Gabrielli não tem nada. Besta foi quem comprou ações durante a capitalização da Petrobras realizada em 2010. Comemorada por Lula como a maior capitalização já realizada no mundo, a empresa buscou no mercado o dinheiro necessário para colocar de pé o projeto de exploração do pré-sal.

O presidente Lula fez a maior festa, de olho no aumento da sua popularidade, e muita gente comprou ações da empresa pensando em lucros substanciais. Passada a euforia, os compradores descobriram que receberam de presente um mico sem tamanho.

A declaração de bens de Gabrielli revela que ele não entrou na canoa furada.

• 

<< Notícia Anterior | Próxima Notícia >>

JM EXPRESS - Receba gratuitamente nosso boletim diário via email
Primeiro Nome:
Profissão:
E-Mail:
Assinar  
Cancelar  
Confirme o cadastramento respondendo ao email que você receberá.

<< Voltar Voltar   Recomende o JM Recomendar o JM   Imprimir Página Imprimir Página  

BLOG DO JM

ALÔ BAHIA

:: Plantão


:: Enquete
A enquete está temporariamente fora do ar para manutenção.
Desculpe-nos pelo transtorno.

Esta enquete não tem valor científico e não representa a opinião do Jornal da Mídia


CapaClassificados Recomende o JM Fale ConoscoAnuncie Aqui

Copyright 2001-2011 Jornal da Mídia. Todos os direitos reservados.