Jornal da Mídia - Notícias em Cima da Hora  

CapaClassificados Recomende o JM Fale ConoscoAnuncie Aqui
Quinta-feira, 24 de Abril de 2014    H
Publique nosso noticiário em seu site como se ele fosse seu. É grátis e fácil!!!











Um produto da
Texto Pronto Comunicação

:: Bahia ::
Elétricas
Aneel e Agerba recebem reclamações contra a Coelba
Quinta-feira, 06/07/2006 - 20:12

Salvador - Uma chuva de críticas e sugestões aos serviços prestados pela Coelba ao consumidor baiano marcaram a consulta pública realizada hoje (6) em Salvador pela Aneel, em conjunto com a Agerba. As principais queixas contra a concessionário foram: demora no atendimento através do call center, cobrança em duplicidade de contas, queima de aparelhos, falta de postos de atendimento nos bairros, terceirização de serviços e exclusividade para deliberar sobre o preço que o usuário terá que pagar em caso de fraude.

O superintendente de Fiscalização dos Serviços de Eletricidade da Aneel, Paulo Henrique Lopes, disse que de 1988 até o momento, a Aneel já aplicou R$ 4 milhões em multas, referente a 14 autos de infração, contra a Coelba. A Coelba foi a quinta concessionária submetida este ano ao processo de consulta pública para avaliação da prestação do serviço de distribuição de energia.

O evento reuniu cerca de 150 participantes no auditório da Secretaria de Infra-Estrutura, entre entidades de defesa de consumidores, sindicatos, donas de casa e outros segmentos da sociedade. As reclamações e contribuições que foram apresentadas durante a reunião servirão como subsídio ao trabalho de fiscalização da Agerba à Coelba, que será realizado nos próximos meses de setembro e outubro.

O diretor-executivo da Agerba, Camalibe Cajazeira, disse que a agência estadual vem ampliando sua atuação na área de atendimento público, justamente para facilitar o acesso do cidadão aos serviços. “O número de reclamações e sugestões que chega à nossa ouvidoria tem crescido de maneira significativa. O papel da Agerba de mediar os conflitos entre o consumidor de energia e a concessionária tem sido muito positivo”, destacou. O serviço de ouvidoria da agência estadual funciona de segunda a sexta-feira, das 8 às 19 horas, pelo telefone 0800-71 00 80.

Reclamações – Mas pelo menos no Procon as queixas contra a Coelba vêm caindo, segundo dados divulgados na reunião pelo diretor Archimedes Pedreira Franco. Ele citou que em 2002, ocorreram 222 queixas contra a concessionária; em 2003, 40; em 2004, 66: em 2005, 83; e nos primeiros seis meses deste ano, 35. Ele atribuiu a queda ao estabelecimento de uma “linha direta” entre a Coelba e o Procon.

“Agora, quando o consumidor procura o Procon, levamos a queixa para a Coelba e o problema é resolvido sem a necessidade de abertura de processo”, disse Archimedes. Ele defendeu, porém, a necessidade da mudança de um procedimento feito pela concessionária, que acaba sendo prejudicial ao consumidor.

“No caso de fraude, por exemplo, a Coelba vai a residência do consumidor, retira o medidor e estabelece a seu critério um valor que ele terá que pagar. O que nós defendemos é que o medidor seja retirado pela Agerba e que o cálculo da média do consumo não seja feito pela Coelba, mas também pela Agerba, que é o órgão fiscalizador autorizado pela Aneel e que tem pessoal técnico capacitado”.

O gestor da Unidade de Reclamações da Coelba, Moacyr Pina, revelou que a empresa tem investido cada vez mais na área de atendimento ao consumidor. Ele informou que a concessionária recebe hoje uma média de 1.000 reclamações/mês, a maioria relacionada a queima de aparelhos. “Se ocorrerer o dano, a Coelba conserta o equipamento ou paga um novo. Das reclamações que recebemos, 50% são procedentes e 50%, não”.

Moacyr Pina disse que através da Agerba chegam à Coelba 300 reclamações/mês e que em todo o Estado a empresa conta hoje com 41 agências de atendimento e 950 postos. Disse ainda que de 2001 a 2005 as reclamações caíram 80% graças aos investimentos feitos pela concessionária.

| Próxima Notícia >>

Leia Também


JM EXPRESS - Receba gratuitamente nosso boletim diário via email
Primeiro Nome:
Profissão:
E-Mail:
Assinar  
Cancelar  
Confirme o cadastramento respondendo ao email que você receberá.

<< Voltar Voltar   Recomende o JM Recomendar o JM   Imprimir Página Imprimir Página  

BLOG DO JM

ALÔ BAHIA

:: Plantão


:: Enquete
A enquete está temporariamente fora do ar para manutenção.
Desculpe-nos pelo transtorno.

Esta enquete não tem valor científico e não representa a opinião do Jornal da Mídia


CapaClassificados Recomende o JM Fale ConoscoAnuncie Aqui

Copyright 2001-2011 Jornal da Mídia. Todos os direitos reservados.