Jornal da Mídia - Notícias em Cima da Hora  

CapaClassificados Recomende o JM Fale ConoscoAnuncie Aqui
Quarta-feira, 20 de Agosto de 2014    H
Publique nosso noticiário em seu site como se ele fosse seu. É grátis e fácil!!!











Um produto da
Texto Pronto Comunicação

:: Bahia ::
Cimento
Centro de Distribuição da Votorantim entra e operação
Quinta-feira, 05/05/2005 - 10:59

Salvador - A Votorantim Cimentos vai concentrar em Salvador a distribuição de produtos para toda a Bahia. Com investimentos de cerca de R$ 4,5 milhões, a empresa concluiu a construção de um Centro de Distribuição (CD) em Salvador, que já entrou em operação.

A unidade está localizada em Campinas do Pirajá, próximo ao Porto Seco, da capital baiana. O Centro de Distribuição conta com uma área de 12,5 mil metros quadrados, onde estão localizados as áreas de armazenamento, o pátio e o estacionamento de veículos.

O pátio e o estacionamento de veículos foram construídos dentro da nova filosofia da empresa de garantir uma maior qualidade para os caminhoneiros. Por mês, o CD vai receber uma média de 2,8 mil caminhões, entre recebimento e expedição de cargas. Esses veículos são os responsáveis pelo abastecimento da central, que em sua capacidade plena pode armazenar três mil toneladas de cimento.

“O objetivo do novo CD é melhorar o atendimento aos clientes através de uma melhor infra-estrutura de abastecimento e uma localização mais próxima”, explicou Max Mustrangi, diretor de Logística da empresa. No CD será armazenada a marca de cimentos Poty e Aratu; argamassa e rejunte Votomassa e cimento branco Irajazinho e Votoran.
O Centro de Distribuição da Votorantim Cimentos, em Salvador, será responsável pelo abastecimento de 700 pontos de venda na Bahia. Com o novo CD, a empresa demonstra sua confiança no desenvolvimento e no potencial comercial da região. Com 12,5 mil metros quadrados de área, o novo CD do Estado tem 4,5 mil metros quadrados de pátio e estacionamento de veículos, além de um galpão de cerca de três mil metros quadrados, com capacidade para armazenar até 60 mil sacos de cimento, ou, três mil toneladas. “Estamos garantindo mais qualidade de vida aos caminhoneiros”, explica o diretor de Logística Integrada da VC. O novo CD entra em operação para atendimento aos clientes no dia 02 de maio.
Votorantim Cimentos

Fundada em 1936 no interior de São Paulo, a Votorantim Cimentos é líder do mercado brasileiro de cimento e cal hidratada, tem posição de destaque no segmento de argamassas e, através da Engemix, lidera o mercado brasileiro de concreto. A empresa opera 25 fábricas no Brasil e na América do Norte, com mais de oito mil colaboradores.

Em 2004, a Votorantim Cimentos teve um faturamento de R$ 4,8 bilhões. A empresa faz parte do Grupo Votorantim, uma das maiores corporações de capital nacional, com atuação nos setores de cimento, mineração e metalurgia, papel e celulose, química, filmes flexíveis para embalagens e agroindústria.

Votorantim Cimentos no Nordeste
A Região Nordeste concentra quatro unidades industriais da Votorantim Cimentos: Cimesa, em Sergipe; Cipasa, na Paraíba; Cearense, no Ceará; e a Poty Paulista, em Pernambuco, única que produz pozolana. As fábricas são responsáveis pela produção de 3,4 milhões de toneladas de cimento/ano ou 60 milhões de saco de cimento. A capacidade instalada das unidades no Nordeste é de 5,3 milhões de toneladas de cimento/ano, o que equivale a 106 milhões de sacos/ano. Toda a produção é destinada aos estados do Norte e Nordeste do país.
A Votorantim Cimentos chega a 90% dos municípios das duas regiões, com exceção do Amazonas. Isso representa 20 mil pontos de venda espalhados pelo Norte e Nordeste. A Votorantim Cimentos no Nordeste é responsável por 1,2 mil empregos diretos. Esse processo de liderança no Nordeste começou em 1942, com a abertura da Cia. de Cimento Portland Poty, no município de Paulista, em Pernambuco. Região rica em calcário, a unidade hoje produz pozolana, material utilizado na construção de barragens e hidrelétricas. A empresa é fornecedora da Hidrelétrica de Tucuruí, no Pará.
Nas unidades industriais são produzidos vários tipos de cimento, de acordo com a aplicação. Eles são comercializados a granel ou em sacos. As fábricas da Cipasa e da Cearense passaram a trabalhar com um novo equipamento que permite a proteção com plástico do palete. A utilização dessa nova tecnologia permitiu a empresa reduzir de 3% para 0,5% o índice de perda de produto em longas viagens.

| Próxima Notícia >>

Leia Também


JM EXPRESS - Receba gratuitamente nosso boletim diário via email
Primeiro Nome:
Profissão:
E-Mail:
Assinar  
Cancelar  
Confirme o cadastramento respondendo ao email que você receberá.

<< Voltar Voltar   Recomende o JM Recomendar o JM   Imprimir Página Imprimir Página  

BLOG DO JM

ALÔ BAHIA

:: Plantão


:: Enquete
A enquete está temporariamente fora do ar para manutenção.
Desculpe-nos pelo transtorno.

Esta enquete não tem valor científico e não representa a opinião do Jornal da Mídia


CapaClassificados Recomende o JM Fale ConoscoAnuncie Aqui

Copyright 2001-2011 Jornal da Mídia. Todos os direitos reservados.