Brasil vence o Uruguai por 1 a 0 com gol de pênalti muito duvidoso

Neymar fez o gol da vitória do Brasil por 1 a 0 (Foto: CBF: Divulgação)

Agência FPF

O Brasil venceu mais um amistoso com o técnico Tite. De pênalti, Neymar marcou o gol da vitória da seleção pra cima do Uruguai, por 1 a 0, no Emirates Stadium, em Londres, na Inglaterra. O jogo serviu para o técnico testar algumas opções no meio de campo, como Wallace e Allan. Um dos grandes destaques da partida foi o goleiro Alisson, que fez pelo menos três defesas difíceis, uma delas cara a cara com Cavani.

Desde o final da Copa do Mundo, a Seleção já fez cinco amistosos, com cinco vitórias, contra Estados Unidos, El Salvador, Arábia Saudita, Argentina e agora Uruguai. Além dos resultados positivos, chama a atenção que o Brasil não sofreu nenhum gol. Na próxima terça-feira, às 17h30, o Brasil enfrenta Camarões no último amistoso do ano de Tite.

Com apenas cinco minutos Neymar já deu trabalho para o goleiro Campaña. Em cobrança de falta pela esquerda, o camisa 10 mandou rasteiro, com força, obrigando o adversário a espalmar para escanteio. Com 10 minutos, Filipe Luís avançou com liberdade pela esquerda e cruzou na medida para o meio. Neymar apareceu entre os zagueiros e empurrou para o fundo das redes, mas o auxiliar marcou posição de impedimento e invalidou o gol.

Logo na sequência, com 13, Neymar encontrou espaço pelo meio, dominou na frente e soltou a bomba, mas a bola saiu por cima da meta de Campaña. A resposta do Uruguai, aos 21 minutos, surgiu com um erro de passe do lateral direito Danilo. Ele tocou a bola praticamente nos pés de Suárez, que dividiu com a marcação e chutou forte, mas Alisson conseguiu espalmar.

O Brasil criava as melhores oportunidades, mas o adversário também chegava com perigo. Quase no último lance do primeiro tempo, aos 44 minutos, o Uruguai poderia ter aberto o placar na Inglaterra. Arthur acabou desarmado no campo defensivo e armou o contra-ataque do adversário. Suárez pela na esquerda, levantou a cabeça e cruzou a bola para o outro lado, onde estava Cavani. O atacante entrou nas costas da marcação e mandou de perna direita, para mais uma bela defesa de Alisson, praticamente cara a cara com o adversário.

Encontrando espaço, o Uruguai se soltou mais no segundo tempo e voltou mais agressivo. Logo com quatro minutos, em cobrança de falta, Suárez pegou muito bem na bola e mandou com força no canto do goleiro Alisson, que teve muito trabalho para espalmar. Na continuação do lance, Pereiro cruzou na medida para Vecino, que subiu mais que todo mundo e testou por cima da meta. Sentindo o momento, Tite fez a primeira mudança: Allan no lugar de Renato Augusto.

Aos poucos o Brasil voltou a tomar conta do jogo. Com 19 minutos, Walace roubou a bola e deixou com Neymar, que partiu pra cima da marcação e bateu cruzado, mas nenhum jogador brasileiro conseguiu aproveitar o rebote de Campaña.

Aos 28, Danilo aproveitou um bate e rebate para avançar e acabou parado por Laxalt dentro da área. Na cobrança de pênalti, Neymar deslocou o goleiro e mandou para as redes.

O camisa 10, que fez boa partida, ainda acertou um cruzamento apimentado para Richarlison. O atacante entrou nas costas da marcação e mandou de perna direita, só que jogou para fora, passando do lado esquerdo da meta aos 37 minutos. O finalzinho do jogo serviu para o Brasil trocar passes e ‘cozinhar’ o Uruguai.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *