Lucro da Petrobras abortou crescimento do país

CLÁUDIO HUMBERTO

O lucro da Petrobras no terceiro trimestre, de R$6,6 bilhões, foi fabricado pela política malandra adotada na gestão do ex-presidente Pedro Parente de reajuste diário nos combustíveis. Muitos consideram essa política criminosa por asfixiar a economia como um torniquete. Os caminhoneiros não suportaram os custos siderais (estavam pagando para trabalhar), e 207 reajustes depois, eles eclodiram a greve de maio, que abortou o crescimento previsto de 3,5% para o Brasil, em 2018.

Sede da Petrobras (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

LUCRO ESCLARECEDOR
A Petrobras alegou “variação dos preços internacionais” para justificar os aumentos diários, mas o lucro de R$6,6 bilhões desmonta a lorota.

A LOROTA FICOU CLARA
O faturamento da Petrobras subiu em flecha, ao contrário dos supostos custos da “variação de preços internacionais” dos combustíveis.

ASSIM, ATÉ MINHA AVÓ
Protegida pelo monopólio, sem concorrência, e determinando os preços que deseja, qualquer vendedor de picolé tiraria a Petrobras do buraco.

DEVERIAM SE ENVERGONHAR
As distribuidoras de combustíveis também lucraram fácil. Só a BR Distribuidora lucrou R$1,07 bilhão no 3º trimestre. É que as refinarias e destilarias são obrigadas a entregar seus produtos às distribuidoras, que acrescentam o lucro que querem e os revendem aos postos.

POR QUE NÃO GOSTOU?
Deputados notaram que nesta terça (6), na Câmara, Jair Bolsonaro fez expressão contrariada quando, já com sessão solene caminhando para o fim, arrumaram uma cadeira para o vice a seu lado, na mesa diretora.

OUTRO AUMENTO CRIMINOSO
É tão vergonhoso quanto o projeto o lobby milionário para a CCJ do Senado aprovar nesta quarta a proposta que aumenta em até 747% as tarifas dos cartórios. O presidente da CCJ é Edison Lobão (MDB-MA) e a relatora da indecência é a senadora Rose de Freitas (Pode-ES).

MINISTÉRIO DO TRABALHO JÁ DEU
A equipe de transição avalia a extinção do Ministério do Trabalho, por inútil, como esta coluna havia antecipado. Há a possibilidade de fatiar o que há de aprovável em sua estrutura entre vários outros órgãos.

SEM TER O QUE DIZER
A Agência de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex) se recusa a explicar porque há dez anos sua sede para a América Central fica em Cuba, cujo comércio com o Brasil caiu 38% nos últimos 6 anos.

OLHO NO FUTURO
O presidente do Senado, Eunício Oliveira (MDB-CE), disse estar aberto a discutir alterações no Orçamento com Jair Bolsonaro. Para ele, não seria correto e nem justo impedir solicitações do presidente eleito.

NEM PENSAR
Reeleito atacando Bolsonaro e bajulando Lula e Haddad, Renan Calheiros (MDB-AL) já falava ontem que “conversar é a ordem”. Mas o presidente eleito já avisou que tipos assim ele não recebe no Planalto.

ELEIÇÕES NOS EUA
O partido Republicano dos EUA controla a Câmara desde de 2011, na oposição a Barack Obama. A expectativa é que os Democratas agora retomem a maioria. Já o Senado deve permanecer republicano.

PENSANDO BEM…
…ontem, havia mais deputados tentando selfie com Bolsonaro do que dispostos a trabalhar.

Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *