Suspeito de matar Mestre Moa do Katendê é denunciado pelo Ministério Público

Paulo Sérgio Ferreira de Santana foi denunciado também por tentativa de homicídio contra o primo da vítima, Germino do Amor Divino Pereira, de 51 anos, que tentou impedir o crime. (Foto: SSP)

O homem suspeito de assassinar a facadas o capoeirista a Romualdo Rosário da Costa de 63 anos, conhecido como Moa do Katendê, foi denunciado pelo Ministério Público da Bahia (MP-BA) na tarde desta quinta-feira (18). De acordo com o promotor de justiça autor da denúncia, Davi Gallo, o barbeiro Paulo Sérgio Ferreira de Santana, de 36 anos, permanece em prisão preventiva por tempo indeterminado. Ele foi denunciado também por tentativa de homicídio contra o primo da vítima, Germino do Amor Divino Pereira, de 51 anos, que tentou impedir o crime.

O promotor relata ainda que o suspeito demonstrou extrema frieza ao apresentar uma motivação fútil para justificar o crime. O crime teria sido motivado por uma discussão político-partidária onde, após agressões verbais mútuas Paulo Sérgio desferiu 13 facadas nas costas de Moa, impossibilitando qualquer tipo de defesa da vítima.

Segundo o órgão a pena poderá ser agravada devido ao fato da vítima estar em uma idade avançada. Caso condenado, o suspeito poderá pegar até 45 anos de prisão.

O crime ocorreu dentro do Bar do João, na comunidade do Dique Pequeno, na avenida Vasco da Gama, no Dique do Tororó em Salvador na noite de 7 de outubro.

Após uma discussão relacionada ao pleito eleitoral o suspeito saiu do estabelecimento e foi até a casa onde morava e pegou uma faca peixeira e retornou ao estabelecimento. Durante o ataque o primo da vítima, que tentou evitar o crime, foi atingido por uma facada profunda no braço direito. (Informações A Tarde)

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *