Flamengo enfia 3 a 0 no Fluminense e fica na vice-liderança do Brasileirão

Fla x Flu: Uribe marcou duas vezes para o agora vice=líder Flamengo. (Foto: CR Flamengo/Divulgação)

Com show de Vitinho, que infernizou a lateral direita tricolor, dando passes para dois gols e ainda driblando, partindo para cima e chamando a torcida, o Flamengo bateu no rival Fluminense por 3 a 0 neste sábado (13), pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Flamengo chega aos 55 pontos e cola no Palmeiras, que tem 56 e neste domingo enfrenta o Grêmio, no Pacaembu. Inter, com 53, e São Paulo, com 52, se enfrentam no Beira-Rio. Já o Fluminense, que teve péssima atuação, permanece com 37 pontos, no meio da tabela.

O jogo começou quente como a temperatura na cidade. O Fluminense teve a primeira oportunidade logo aos quatro minutos, Luciano soltou a bomba da entrada da área, mas César defendeu em dois tempos. O Flamengo respondeu aos nove. Vitinho fez ótima jogada e cruzou. A bola sobrou para Willian Arão, que chutou forte, mas por cima. Um minuto depois, não teve jeito. Vitinho cruzou com perfeição na cabeça de Uribe e abriu o placar para explodir a torcida na arquibancada.

O camisa 14 estava endiabrado na ponta. Vitinho era a principal opção ofensiva do time, tabelando com Lucas Paquetá e Renê e levando a defesa tricolor à loucura. O Fluminense, que começou bem, passou a se encolher em seu campo e passou a ver o Flamengo jogar.

Aos 23, Pará cruzou por baixo, Uribe chegou atrasado e o goleiro Julio Cesar chegou primeiro, mas soltou a bola, que sobrou para Vitinho chutar de fora da área. Uribe chegou um segundo depois e não conseguiu botar o pé para fazer o segundo.

O jogo esfriou e os lances perigosos diminuíram. Porém, quando tudo parecia que ia pro intervalo sem maiores emoções, Vitinho, de novo, cruzou na medida e Leo Duarte subiu para fazer o segundo e garantir uma bela vantagem na descida para o vestiário.

Com gol termina, com gol recomeça. Logo aos três minutos, Paquetá chutou da entrada da área, a bola desviou na zaga e sobrou para Uribe, livre, marcar seu segundo gol no jogo e praticamente sacramentar a vitória.

O restante do segundo tempo foi apenas protocolar. Com o Fluminense batido em campo, o Flamengo tratou de tocar a bola e ainda teve boas oportunidades. Aos 40, Paquetá deixou Orlando Berrío na cara do gol. O atacante tirou do goleiro, mas a bola foi fraca e a zaga tirou perto da linha.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *