Mutirão leva atendimento jurídico ao Subúrbio Ferroviário neste sábado

O mutirão será realizado na Prefeitura-Bairro Subúrbio/Ilhas, localizada na na Rua Pará, nº15, Paripe.

Divórcio, serviços de proteção ao consumidor, dissolução de união estável e pensão de alimentos estão entre os serviços que serão oferecidos pelo Mutirão Faz a Ponte, em Paripe neste sábado (15). O evento será realizado na Prefeitura-Bairro Subúrbio/Ilhas, localizada na na Rua Pará, nº15, das 8h às 12h. Durante o evento, também serão oferecidos serviços de orientação jurídica e conciliação de questões cíveis de pequena complexidade (questões familiares ou de vínculos afetivos) à população.

Os cidadãos também serão beneficiados com serviços de proteção à mulher vítima de violência, proteção à criança e adolescente, assistência social às famílias em situação de vulnerabilidade social, ajuizamento de processos pela Defensoria Pública, dentre outros. A diretora-geral das Prefeituras-Bairro, Ana Paula Matos, explica que o mutirão “tem o objetivo de facilitar o acesso à Justiça social e a garantia de direitos, além de acionar parceiros globais e locais que estejam ligados ao sistema de justiça e auxiliares”.

À frente da organização do projeto está a advogada Juliana Guanaes, que destaca a importância dos serviços oferecidos à população suburbana. “Existem famílias que são vulneráveis e precisam ser encaminhadas para o CRAS, e a Defensoria Pública, como uma grande parceira do projeto, estará lá para realizar esse tipo de atendimento”, diz. Em parceria com os núcleos jurídicos, atores externos também vão trazer todos os serviços para perto da comunidade, como Conselhos Tutelares e a Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon).

Promovido pela Diretoria Geral das Prefeituras-Bairro em celebração aos cinco anos de atendimento da sede no Subúrbio, o evento contará com serviços dos órgãos: Tribunal de Justiça do Estado da Bahia; Defensoria Pública do Estado da Bahia; Ordem dos Advogados do Brasil (OAB); Delegacia Especializada de Proteção à Mulher; Centro de Referência à Mulher; Casa de Acolhimento à Mulher; Centro Universitário de Salvador; Faculdade Salvador; Conselhos Tutelares – Roma, Periperi, Valéria; CRAS; Ajuris Móvel; e Codecon.

Notícias Relacionadas