Maré baixa suspende travessia Salvador-Mar Grande por 1h45; Nem canoa atraca em Vera Cruz.

Nem canoa consegue atracar no Terminal de Vera Cruz quando a maré baixa muito. O canal de navegação está cada vez mais assoreado, a travessia de lanchas tem que parar, prejudicando usuários e operadores. O governo ainda não conseguiu fazer a dragagem, prometida desde 2007 por Jaques Wagner.

É tranquilo na manhã desta quinta-feira (13) o movimento de embarque nos terminais da travessia Salvador-Mar Grande. A travessia opera desde às 5h com oito embarcações e embarque sem filas no Terminal Náutico, na capital e no Terminal de Vera-Cruz, na Ilha de Itaparica. As saídas ocorrem de meia em meia hora. As condições de navegação na Baía de Todos os Santos são boas, com mar calmo de ventos fracos.

A maré baixa prolongada ainda causará parada no sistema, mas bem menor que as anteriores. A travessia será suspensa às 10h15 e retomará as operações às 12h. Amanhã já atenderá sem restrições. Hoje a última saída de Mar Grande será às 18h30 e de Salvador, às 20h.

Morro de São Paulo – Para a linha Salvador-Morro de São Paulo, a previsão é de que todos os catamarãs zarpem do Terminal Náutico com boa ocupação, já que a procura e venda de passagens pelos turistas é acentuada para o final de semana. Os próximos horários saindo de Salvador são 9h, 10h30, 13h e 14h30. Do Morro de São Paulo para a capital os usuários são atendidos às 9h, 11h30, e 15h. O preço da passagem é R$ 95,20 e a viagem direta em catamarã dura em média 2 hora e 20 minutos. As escunas que fazem o passeio pela ilhas da Baía de Todos os Santos registram procura moderada. Às 9h, elas saem do terminal para o tour pelas ilhas, fazendo paradas em Ilha dos Frades e em Itaparica, retornando a Salvador às 17h30. A tarifa do passeio custa R$ 50.

Notícias Relacionadas