‘Trem-bala’ da alegria atropela o teto dos gastos

CLÁUDIO HUMBERTO

A direção da federação de trabalhadores do Judiciário da União tenta emplacar um “megatrem da alegria” para elevar para nível superior a escolaridade de 85 mil técnicos judiciários de nível médio em todo o país. Simples assim. Sem concurso publico ou previsão legal, a ideia da manobra é equiparar os seus salários àqueles pagos a 45 mil analistas judiciários de nível superior. A conta, como sempre, é nossa.

Anajus:  proposta dos técnicos deve aumentar em R$ 4,5 bilhões por ano as contas públicas. (Foto: Reprodução)

SEMPRE OS SALÁRIOS
Segundo a Anajus, entidade dos analistas, a proposta dos técnicos deve aumentar em R$ 4,5 bilhões por ano as contas públicas.

SÓ QUEREM AUMENTO
A entidade de classe planeja um protesto no dia 13, durante a posse de Dias Toffoli, para apresentar a “pauta”. Leia-se pedido de aumento.

FAZ SENTIDO
Os técnicos judiciários querem aproveitar a “mão aberta” dos ministros do STF que aprovaram aumento de quase 17% para eles mesmos.

VERGONHA ALHEIA
O candidato do PT, Fernando Haddad esteve em Maceió ao lado do senador Renan Calheiros e do filho governador, mas ao publicar fotos da visita nas redes sociais, cortou os dois. Vergonha de quê?

CONDENADO XINGA JULGADORES
Francisco Valdeci Cavalcante (Fecomércio-PI) ficou valente referindo- se ao Tribunal de Contas da União, que o declarou inelegível: “Nós vencemos essa canalha toda. Vencemos tribunais, Justiça, partidos e Ministério Público”. A arrogância chocou juízes e ministros do TCU.

FINANCIAMENTO À SAÚDE
A agenda da Câmara dos Deputados desta semana tem apenas uma reunião marcada: a discussão da Medida Provisória 848, que cria linha de crédito do FGTS para hospitais filantrópicos e santas casas.

PARCERIA COM A ONU
Com foco em mulheres vítimas do tráfico e migrantes vulneráveis nas fronteiras, a Organização Internacional para as Migrações, das Nações Unidas, e a Associação dos Juízes Federais (Ajufe) firmaram acordo para capacitar juízes a garantir o acesso de estrangeiros à Justiça.

SINCERÃO
O deputado Rogério Marinho (PSDB-RN) concedia entrevista ao site Diário do Poder quando se deu o ataque a Bolsonaro, em Minas. Ao ser informado da facada, exclamou “Elegeram o presidente, pronto”.

PATRÃO DESATENTO
O governo federal puniu desde 2003 7.014 funcionários, dos quais 5.838 foram demitidos; 594 a aposentadoria cassada; e 582 afastados das funções comissionadas. No total, são 1,3 milhões de servidores.

FACILITOU MUITO
Uma pequena novidade agradou em cheio na primeira sessão do Superior Tribunal de Justiça sob o comando do ministro João Otávio de Noronha: retroprojetor mostra o número do processo em julgamento.

CHICANA
A chicana jurídica da pode, em tese, prejudicar Fernando Haddad. Mas o objetivo não é soltar Lula e sim mantê-lo “vivo politicamente”, melhorando as chances de transferência de votos.

PENSANDO BEM…
…pela primeira vez na História do Brasil é unânime: a violência é intolerável.

Coluna de Cláudio Hunberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *