Oposição de Jucá em Roraima impede ajuda oficial

Romero Jucá (RR) (Foto: Agência Senado)

CLÁUDIO HUMBERTO

O senador Romero Jucá, influente Líder do Governo e presidente do MDB, é acusado por adversários em Roraima de impedir ajuda federal ao Estado, na crise social da invasão de venezuelanos. Jucá estaria mais interessado em desgastar a governadora Suely Campos (PP), candidata à reeleição, a fim de viabilizar o próprio candidato, ex- governador Anchieta Júnior (PSDB). Ontem, ele propôs a Michel Temer manter aberta a fronteira com a Venezuela, exceto em Pacaraima.

PROPOSTA ESPERTA
A proposta de Jucá é pura esperteza: venezuelanos continuariam a ser admitidos livremente no Brasil, exceto pela fronteira com Roraima.

NINGUÉM AGUENTA
Só no domingo, mais de 900 venezuelanos ingressaram em Roraima. A Polícia Militar do Estado tem um contingente de 1.600 integrantes.

NÚMEROS IRRISÓRIOS
Os números da “ajuda” federal chegam a ser ridículos: 36 voluntários para atuar em saúde e 60 membros da Força Nacional de Segurança.

SENADOR SE CALA
Romero Jucá não respondeu ao pedido para se manifestar sobre a acusação impedir ajuda federal a Roraima, com objetivos eleitorais.

Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas