‘País da corrupção’ tem candidato e ele está preso

CLÁUDIO HUMBERTO

A marcha de mortadelas mostra que o Brasil corrupto tem candidato a presidente e até protocolou seu pedido de registro no Tribunal Superior Eleitoral, mas ele não pôde comparecer: está cumprindo pena de 12 anos por corrupção e lavagem de dinheiro. É o líder nas pesquisas dos que tentam levar vantagem em tudo, de quem fura fila, estaciona em vagas de idosos, suborna o guarda, aceita propina, cria dificuldades para vender facilidades e se organiza em quadrilha para roubar o País.

eLEIÇÕES 2018 (Foto: Agência Brasil /Fabio Rodrigues Pozzebom)

FAZ TODO O SENTIDO
O pedido de registro da candidatura de um presidiário deixa claro o significado da “corrupção endêmica” de que tanto falam os estudiosos.

MOCINHO VIRA VILÃO
O “País da corrupção” tolera até que adoradores de ladrões defendam seus ídolos desqualificando quem os investiga, denuncia e julga.

MANIFESTAÇÃO FAKE
A marcha dos mortadelas juntou políticos oportunistas à cata de votos a pessoas ignorantes, recrutadas a R$50 por dia, para fazer número.

PRESSIONAR É MÁ IDEIA
O menos beneficiado pela marcha dos mortadelas é o seu principal pretexto. O acusado que pressiona a Justiça sempre se dá mal.

Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

Notícias Relacionadas