Torcedores do Bahia enfrentam jogadores em desembarque no aeroporto

Imagens da TV Bahia mostraram o conflito envolvendo torcedores e jogadores do Bahia no Aeroporto de Salvador (Foto: Imagem de TV/Reprodução)

O clima esquentou no desembarque do Bahia em Salvador após o empate em 1 a 1 com a Chapecoense, pela 13ª rodada do Brasileiro. Na noite desta sexta-feira (20), cerca de 20 integrantes de uma torcida organizada foram ao aeroporto da capital baiana para protestar contra a fase do time. O Bahia está na zona de rebaixamento do Brasileirão, ocupando o 17ª lugar. No domingo, o Tricolor tem o clássico Ba-Vi, na Arena Fonte Nova.

O tom das cobranças subiu, e policiais militares presentes no aeroporto tiveram que intervir, mas não conseguiram evitar agressões. Everson e Junior Brumado, formados na base do clube, foram os principais envolvidos.

O desembarque do Bahia estava previsto para o final da tarde, mas os problemas no aeroporto de São Paulo atrasaram o retorno da delegação. Ainda assim, os torcedores permaneceram no local à espera do elenco, que só aconteceu pela noite. Na chegada, com as presenças do presidente Guilherme Bellintani e do diretor Diego Cerri, os jogadores foram questionados ainda no saguão de desembarque. Além da situação do time no Brasileiro, onde ocupa a zona de rebaixamento, os torcedores reclamaram da perda do título da Copa do Nordeste para o Sampaio Corrêa.

Guilherme Bellintani foi o primeiro a passar pelo saguão e foi confrontado pelos torcedores. Após a conversa com o presidente, o diretor de futebol, Diego Cerri, também ouviu questionamentos. Neste momento, os atletas se aproximaram do saguão de saída e perceberam a presença da torcida. Com a indecisão de passar ou não pelo local, alguns torcedores elevaram o tom. ”Vai passar todo mundo por aqui – gritaram integrantes da torcida organizada”.

Fonte: Globoesporte.com

Notícias Relacionadas