Para 39,2%, Roriz foi o melhor governador do DF.

CLÁUDIO HUMBERTO

Joaquim Roriz governou o DF quatro vezes, seu mandato mais recente acabou em 2006 e 12 anos depois é considerado o melhor governador de sempre para 39,2% dos brasilienses, segundo levantamento do Paraná Pesquisas exclusivo para o portal Diário do Poder. O 2º na lista é José Roberto Arruda (17,5%) e Cristovam Buarque (12,1%) é o terceiro. Agnelo Queiroz, que sequer foi ao 2º turno quando tentou se reeleger, tem 3,1% e o atual mandatário, Rodrigo Rollemberg, 2,7%.

Joaquim Roriz (Foto: Reprodução)

TÁ EXPLICADO
O baixo desempenho de Rollemberg é reflexo da impressão de 53,6% dos eleitores de que a situação do DF piorou nos últimos quatro anos.

MEMÓRIA CURTA
Roriz e Arruda renunciaram a mandatos após denúncias de corrupção. Arruda chegou a ser preso quando governava o Distrito Federal.

METODOLOGIA
A pesquisa ouviu 1.540 eleitores do DF de 6 a 11 de julho. A margem de erro é de 2,5%. Pesquisa registrada no TSE sob nº DF-00150/2018.

PR COM CIRO
Maioria da bancada do PR na Câmara quer apoiar Jair Bolsonaro para presidente, para aproveitar a popularidade do candidato em suas campanhas. Mas quem manda no PR é seu dono, o mensaleiro Valdemar Costa Neto, que prefere apoiar Ciro Gomes (PDT).

PAPO DE CANDIDATO
Em campanha, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), tem dito que o teto dos gastos impede o aumento de salário de servidores. Na verdade, o que impede mesmo é o rombo bilionário nas contas.

DINHEIRO NA CONTA
As produtoras, que ganham dinheiro em anos eleitorais, já sofriam com o desinteresse da clientela. Mas foi só o TSE liberar o dinheirão do fundo eleitoral para deflagrar o ritmo alucinante de negociações.

SÓ A CRIATIVIDADE SALVA
Sexta (13) à tarde, um cliente queria Sedex e a funcionária da agência dos Correios da 208 Sul, em Brasília, contou que já não havia as caixas de papelão para o serviço. Cheia de boa vontade, usou da imaginação: foi cortando uma caixa grande até formar a caixinha de Sedex.

CUSTO POLÍTICO E PESSOAL
Rollemberg atribui seu desgaste às “medidas amargas” ante a situação de terra arrasada do governo do DF. “O custo político e pessoal foi enorme”, diz, mas espera que na campanha a população o absolva.

HISTÓRIA ESCONDIDA
Diplomatas olhavam meio enviesado para José Aparecido porque ele não era de carreira, quando foi um espetacular embaixador em Lisboa. Em 1996 ele criou a CPLP, reunindo Países de Língua Portuguesa, de cuja 12ª reunião de cúpula Temer participa em Cabo Verde, amanhã. Mas esse detalhe é omitido pelo governo no papelório sobre o evento.

COMEÇOU BEM
Recém-lançado ao Senado no DF, o líder evangélico Fadi Faraj aparece com 4,9% no primeiro levantamento do Paraná Pesquisa para o Diário do Poder. É irmão da deputada distrital Sandra Faraj (PSD).

OUTROS TEMPOS
A Copa da Rússia acabou, foi um sucesso e fez o País figurar nos jornais do mundo inteiro. Há exatos 100 anos, os russos também viraram notícia mundial, mas pelo assassinato da família imperial.

PENSANDO BEM…
…locupletemo-nos todos, com recessos no meio e no fim do ano, ou restaurem-se férias de 30 dias para todo servidor público.

  • Coluna de Cláudio Humberto. Clique AQUI e leia mais.

  • Notícias Relacionadas