Acordos trabalhistas lotéricos ‘depenam’ o Serpro

Somente os acordos fechados pelo Serpro no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho (TST) somam até agora R$ 351 milhões.

CLÁUDIO HUMBERTO

Se fosse empresa privada, o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) já teria fechado as portas com as derrotas que acumula na Justiça do Trabalho: somente os acordos fechados pelo órgão no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho (TST) somam até agora R$ 351 milhões. Só um grupo de 10 servidores dividirá a indenização de valores siderais, R$ 80 milhões, a serem extraídos dos cofres públicos.

LOTERIA SEM APOSTA
Recente derrota no TST obriga o Serpro “ressarcir” 53 funcionários com uma “loteria” de R$25 milhões.

SACO SEM FUNDOS
Até parece que os cofres do Serpro são inesgotáveis. Exatos 511 servidores vão botar na conta um total de R$246 milhões.

QUALIFICAÇÃO
O Serpro tem um advogado cujo currículo o qualifica: Vantuil Abdalla, ex-presidente do TST.

COISA DE PAÍS RICO
As indenizações decorrentes de ações trabalhistas já levaram embora 55% do patrimônio líquido da estatal Serpro.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *