‘Cabide de agência reguladoras custa R$ 1,5 bilhão

A folha da Anatel custa R$38,9 milhões ao ano.

CLÁUDIO HUMBERTO

As “agências reguladoras”, frequentemente acusadas de beneficiar empresas que deveriam normatizar, custam ao País R$1,575 bilhão por ano somente com o imenso cabide de empregos que criaram. No total, são dez agências ocupando quase 6 mil cargos. A mais cara delas é a de vigilância sanitária (Anvisa), com um orçamento total de R$535 milhões por ano. A de telecomunicações (Anatel) é a mais barata, custa R$38,9 milhões anuais, e nem por isso é a menos ineficiente.

OITO BALCÕES
O Brasil tem mais oito “agências reguladores”, algumas atuando como se fossem associação de defesa das empresas que deveriam fiscalizar.

VAZADOURO
Onde há dinheiro público há “agência reguladora”: planos de saúde, água, aviação civil, energia elétrica, cinema, petróleo, transportes etc.

ATÉ PROPAGANDA
As “agências reguladoras” castigam o dinheiro público em propaganda: Ancine R$15 milhões, ANS R$4,2 milhões e ANP R$12 milhões anuais.

PARLA, ITALIANO!
Tem mais de 50 anexos a “delação do fim do mundo” do ex-ministro Antonio Palocci, que está preso desde setembro de 2016 na Polícia Federal em Curitiba (PR). A poucos metros de Lula, principal alvo.

PT PODE ATÉ SER EXTINTO
Palocci vai contar todos os detalhes da doação de US$1 milhão feita pelo ditador da Líbia Muamar Kadafi à campanha de Lula, em 2002. Doação de estrangeiros é crime e pode resultar na extinção do PT.

POVO, ESSE CHATO
A Câmara inventou um novo jeito de desrespeitar quem a sustenta. O cidadão que liga ao número geral e pede para falar com alguém da presidência da Casa, a telefonista diz que não pode transferir a ligação.

TRÂMITE MAIS CURTO
Ganhando urgência, o projeto de decreto legislativo de JHC (PSB-AL), que libera a venda direta do etanol aos postos, encurtaria a tramitação do projeto semelhante aprovado no Senado por 47×2. Mas na Câmara falou mais forte o lobby dos distribuidores ou atravessadores.

PROTEGENDO O ERÁRIO
Os dois ministros nomeados pelo presidente Michel Temer para o Tribunal Superior do Trabalho (TST) votaram a favor da Petrobras: o paranaense Breno Medeiros e o catarinense Alexandre Luiz Ramos.

PESOU A FICHA
Fernando Haddad venceu a “batalha” com Jaques Wagner para ser o candidato do PT a presidente, em 2018. A decisão foi de Lula, que gosta mais de Wagner, mas avaliou que ficha limpa será fundamental.

CARA DIVULGAÇÃO
O deputado César Hallum (PRB-TO) é o mais novo campeão de gastos com a “divulgação de atividade parlamentar”, este ano. Receberá ressarcimentos que totalizam R$178,4 mil. A firma é rica.

MOROSIDADE À BRASILEIRA
O Comissão de Relações Exteriores do Senado emitiu nota criticando a separação de pais e filhos imigrantes nos EUA. Donald Trump já findou a separação, mas a nota da CRE ainda precisa ser votada no plenário.

PENSANDO BEM…
…o sofrimento contra a Costa Rica fez lembrar que foram tantas as gravações de comerciais para TV que faltou tempo a Tite para treinar.

Notícias Relacionadas