Vitória perde para o São Paulo com erro de árbitro e segue em 15º na tabela

O árbitro Igor Junio Benevenuto aplicou cartão vermelho direto para Yago, em lance no máximo para cartão amarelo. (Foto: Imagem TV/Reprodução)

Vitória perdeu para o São Paulo, por 3 a 0, no Morumbi, com direito a lance polêmico que prejudicou o Rubro-Negro. Numa jogada normal, Yago trombou com Nenê. O juiz Igor Junio Benevenuto entendeu, de forma equivocada, que o atleta rubro-negro agrediu o jogador adversário, expulsando Yago direto. Com um a menos em campo, o Vitória ainda tentou reagir, mas em seguida o tricolor paulista ampliou para 2 a 0.

O duelo foi o último do Leão antes da parada para a Copa do Mundo da Rússia. A equipe retorna aos gramados apenas no próximo dia 18 de julho, no Barradão, pelo Campeonato Brasileiro. O elenco terá um período de descanso, que será iniciado nesta quarta-feira (12), com retorno marcado para o dia 25 de junho, às 15h.

Com o resultado, o São Paulo ficou na vice-liderança, com 23 pontos, podendo ser ultrapassado somente pelo Atlético-MG, que tem 20 e entra em campo nesta quarta-feira (13) diante do Ceará, em Belo Horizonte. Já o Vitória estacionou nos 12 pontos e é o 15ª colocado.

O Jogo – O Vitória assustou o São Paulo aos 17 minutos, quando Rhayner tabelou com André Lima e bateu para defesa de Sidão. No rebote, Wallyson mandou para fora. O time paulista, porém, foi mais eficiente e abriu o placar aos 21. Nenê recebeu na entrada da área, tirou do marcador e finalizou por cobertura de Elias.

A partida ficou aberta e o São Paulo, com um homem a mais após a expulsão de Yago , ampliou aos 42 minutos. Everton cruzou, a zaga cortou parcialmente, mas a bola sobrou novamente com o atacante, que rolou para Nenê bater no cantinho. Nos acréscimos, os dois times tiveram oportunidades de marcar.

Logo aos oito minutos do segundo tempo, o São Paulo marcou o terceiro gol. Lucas Fernandes tentou o cruzamento, a bola desviou em Jeferson e sobrou na marca do pênalti para Everton bater de primeira no canto de Elias. O time paulista continuava em cima do clube baiano e assustou em chutes de Reinaldo e Hudson.

Aos 31 minutos, Lucas Fernandes recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Caíque fez boa jogada pelo lado esquerdo e cruzou para Brenner, que finalizou em cima do marcador. Neílton ainda tentou marcar o gol de honra em chuta cruzado, mas parou em Sidão.

FICHA TÉCNICA
São Paulo 3 x 0 Vitória

São Paulo: Sidão; Araruna, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Jucilei e Hudson; Nenê e Lucas Fernandes; Everton (Caíque); Diego Souza (Brenner). Técnico: Diego Aguirre.

Vitória: Elias; Cedric, Ramon, Bruno Bispo e Jeferson; Lucas Marques, Yago e Rhayner (Guilherme Costa); Wallyson (Rodrigo Andrade), Neilton e André Lima (Lucas Fernandes). Técnico: Vagner Mancini.

Campeonato Brasileiro – 12ª rodada
Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 12/06/2018 (terça-feira)
Árbitro: Igor Junio Benevenuto, auxiliado por Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Junior de Souza (trio mineiro)
Cartões amarelos: Neilton e Bruno Bispo (Vitória);
Cartões vermelhos: Yago (Vitória) e Lucas Fernandes (São Paulo)

Notícias Relacionadas