Salários do governo custam uma Petrobras e meia

Sede da Perobras  (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

CLÁUDIO HUMBERTO

A previsão de gastos para pagar salários, auxílios e penduricalhos dos mais de 633 mil funcionários públicos federais dos três Poderes supera R$320 bilhões este ano, fortuna grande o suficiente para se comprar outra Petrobras, passando troco. Com queda no valor de mercado da estatal devido à greve de caminhoneiros e à queda de Pedro Parente no comando da estatal, seria possível para comprar 1,5 Petrobras.

TETO IMAGINÁRIO
A Constituição limita o salário no serviço público a R$ 33,7 mil, mas os penduricalhos ficam de fora do teto, que é sempre desrespeitado.

COMPARATIVO
O acordão entre governo e caminhoneiros gerou uma conta de R$10 bilhões ao contribuinte: quase 5% do valor total da Petrobras.

REGALIAS SUSPENSAS
O primeiro ato do novo ministro da Secretaria Geral da Presidência, Ronaldo Fonseca, suspendeu as regalias de ex-presidente para Lula, o presidiário: dois carros com motoristas e seis servidores pagos por nós.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *