José Ronaldo e Alckmin discutem preservação do Rio São Francisco em Barra

Os candidatos a presidência da república, Geraldo Alckmin (PSDB) e ao governo da Bahia, José Ronaldo, do Democratas, estiveram em Barra, às margens do São Francisco. (Foto: Ângelo Pontes/DEM/Divulgação)

O município de Barra, na região do São Francisco, recebeu na manhã desta terça-feira (7) a visita dos pré-candidatos a Presidência da República, Geraldo Alckmin (PSDB) e ao Governo da Bahia, José Ronaldo, do Democratas. Ciceroneados pelo prefeito Deonisio, percorreram algumas ruas da cidade e participaram de uma reunião com vereadores e lideranças políticas e empresariais da região no Barra Associação Comercial para discutir ações para preservação do Rio São Francisco. Presentes, o pré-candidato ao senado Jutahy Junior e os deputados João Gualberto, Antônio Imbassahy e Adolfo Viana.

O pré-candidato ao governo do estado, José Ronaldo, chamou a atenção para a importância do compromisso com a revitalização do Velho Chico. O ex-prefeito de Feira de Santana elogiou a postura de Alckmin, quatro vezes governador de São Paulo, e salientou a certeza de que o evento era o ponto de partida para a transformação da região, com a recuperação do Rio São Francisco.

Alckmin disse que foi uma opção sua começar a visitar a Bahia pelo município, banhado pelo Rio São Francisco. O ex-governador de São Paulo falou sobre a Bahia liderar o atlas da violência no país e pediu a José Ronaldo que o ajude a reduzir essa estatística. Falou também sobre a deficiência na política de saúde na Bahia e no Brasil. Médico, disse que a saúde pública precisa ser levada a sério.

Segundo Alckmin, é dever do estado e do país recuperar o Rio São Francisco. “Em 2014 tivemos a maior seca de São Paulo. Tivemos que resolver. Estamos aqui a beira do mais importante rio do Brasil e não se vê canais de irrigação. O Brasil tem uma dívida: recuperar o rio e investir em irrigação”. O ex-governador acredita que José Ronaldo vai trabalhar pela revitalização do Rio São Francisco.

O prefeito Deonisio falou sobre a necessidade de os governos nacional e estadual olharem com mais carinho para o São Francisco, rio de integração nacional. “Barra tem tradição. O RSF ligou o país e era através dele que escoava a produção do nordeste para todas as regiões do país. Temos 200km de Rio São Francisco em Barra e mais 100 km de Rio Grande e não temos projetos de irrigação”. Segundo ele, o município depende bastante hoje das bolsas-família mas o importante é a geração de empregos e renda para a população. “O RSF esta assoreado e o queremos revitalizado como Alckmin tem feito com o Tietê em São Paulo”.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *