Frota de ônibus do transporte metropolitano é reduzida por conta da greve

Greve dos caminhoneiros causa falta de abastecimento de alimentos e redução na frota de ônibus na Bahia.

A frota de ônibus do transporte público das cidades da região metropolitana de Salvador teve redução de cerca de 26%, nesta sexta-feira (250, por causa da falta de combustível. A informação foi passada pela Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba).

Greve dos caminhoneiros causa falta de abastecimento de alimentos e redução na frota de ônibus na Bahia
Conforme a Agerba, no corredor Paralela, as empresas que servem a região metropolitana e que integram no Terminal de Mussurunga, operam atualmente com 82% da frota, reduzindo a operação em 18%.

Empresas que circulam pela orla operam com 65% dos ônibus, reduzindo operação em 35% de frequência. No corredor Suburbana, a frota atual opera com 70% dos veículos, reduzida em 30% a operação. No corredor BR-324, a operação está mantida em 80%, com redução de 20%.

Ainda de acordo com a Agerba, as empresas informaram que a operação neste final de semana está mantida e será reavaliada na próxima semana, conforme a disponibilidade do combustível. (Fonte: G1/TV Bahia)

Notícias Relacionadas