Parente pôs fogo no país dolarizando a gasolina

CLÁUDIO HUMBERTO

A desastrosa decisão do presidente da Petrobras, Pedro Parente, de impor ao Brasil a dolarização da gasolina detonou uma grave crise que deve se agravar, provocando um nível de desabastecimento inédito no País. O presidente Michel Temer não quer demitir Parente, a quem andou elogiando, mas seu pedido de demissão seria recebido com “grande alívio”, dizem fontes do governo. E deixaria quem o nomeou à vontade para encontrar a solução para o problema que ele criou.

Pedro Parente nem sequer ajudou a definir uma solução para o problema que ele próprio criou. (Agência Brasil)

HUMILHAÇÃO INÉDITA
Assessores não perdoam Parente pela auto-humilhação pública de Temer pedindo “trégua” aos caminhoneiros.

NÃO É DO MESMO TIME
Em Brasília, terça (22), Pedro Parente nem sequer ajudou a definir uma solução para o problema que ele próprio criou, tipo “se virem”.

VELHA MENTIRA
Parente diz que a Petrobras apenas “reconhece” a alta do barril e a alta do dólar, mas 80% da composição dos seus preços são em reais.

IRRESPONSABILIDADE
Parente fez a Petrobras se impor à política econômica, ressuscitando a ameaça de aumentos diários no transporte de pessoas e cargas. (Coluna de Cláudio Humbero. Clique AQUI e leia mais)

Fonte: Blog de Ptrícia Kogut/O Globo

Notícias Relacionadas