Painel Combustível Legal discute imposto único e reajustes contantes da gasolina

Consumdores estão enfrentando enormes filas para abastecer. (Foto: Marcelo Casal/Agência Brasil)

Os constantes reajustes nos preços dos combustíveis praticados pela Petrobras, aliados à alta carga tributária e a reação de revendedores e consumidores exigem que representantes do segmento e autoridades discutam o cenário atual do mercado de combustíveis na Bahia.

Com o objetivo de apresentar como funciona a cadeia produtiva, explicando todo o processo, desde a refinaria até à bomba, além de debater o imposto único e o combate a fraudes, o Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado (Sindicombustíveis Bahia) realiza, hoje (24), o Painel Combustível Legal, às 14h, na Casa do Comércio, tendo como mediador o presidente da Associação Bahiana de Imprensa (ABI), Walter Pinheiro.

O evento contará com a participação da Agência Nacional de Petróleo (ANP), da Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz/BA), do Ibametro, Procon/BA, MP-BA, da OAB Bahia, da Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência (Plural), da Assembleia Legislativa da Bahia, da Câmara Municipal de Salvador e da Fecomércio-BA, além de diversas entidades empresariais e da imprensa.

O Sindicombustíveis Bahia fará a abertura e vai apresentar informações sobre o mercado na Bahia. O presidente Walter Tannus diz que “é preciso que haja um esforço de toda a sociedade para reduzir a pesada carga tributária, combater as práticas ilícitas e encontrar solução para um mercado mais justo e saudável”.

Notícias Relacionadas