TJ-MG determina a prisão de Eduardo Azeredo, do mensalão tucano

O ex-governador de Minas Gerais, ex-senador e ex-deputado Eduardo Azeredo (PSDB) (Reprodução/Reprodução)

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais rejeitou por unanimidade, nesta terça-feira (22), os embargos apresentados pela defesa do ex-governador Eduardo Azeredo (PSDB) na ação que julga o mensalão tucano. Com isso, uma ordem de prisão pode ser expedida a qualquer momento.

A decisão da 5ª Câmara Criminal do TJMG foi po 5 votos a zero. Azeredo foi condenado no processo que ficou conhecido como mensalão tucano a 20 anos e um mês de prisão.

O advogado de defesa, Castelar Guimarães Neto, apresentou pedido para que a prisão seja decretada apenas após a publicação da decisão.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *