Greve de ônibus em Salvador é por tempo indeterminado, decidem rodoviários

Rodoviários decidiram pela greve

Sem surpresa, os rodoviários de Salvador decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, a partir da zero hora desta quarta-feira (23). A decisão foi tomada em assembleia geral da categoria, realizada no Ginásio dos Bancários, no Centro de Salvador. O Sindicato dos Rodoviários informou que não houve acordo entre as partes na última rodada de negociação, realizada durante a manhã, com mediação da Superintendência Regional do Trabalho (SRT/BA) e do Ministério Público do Trabalho (MPT).

Os empresários do Consórcio Integra não ofereceram contraproposta à categoria, que reinvicava inicialmente 6% de reajuste salarial.

Depois da decisão dos rodoviários, o prefeito ACM Neto e o secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fábio Mota, divulgaram o plano especial de contingenciamento de transporte em Salvador em função da greve de ônibus, que começa nesta quarta-feira (23). Os detalhes foram apresentados na tarde desta terça-feira (22), em coletiva realizada no Palácio Thomé de Souza.

Serão utilizados, pelo menos, 800 veículos dentre micro-ônibus do Sistema de Transporte Especial Complementar (Stec), com tarifa no valor normal de R$3,70, e de quatro cooperativas metropolitanas, convidadas pela Prefeitura para atuar na cidade. Além disso, as vans do Transporte Escolar e do Transporte Turístico estão autorizadas a atender aos passageiros na cidade, com tarifa a ser acordada entre o serviço e os cidadãos.

Decisão da Justiça do Trabalho – Diante do quadro de greve, a Justiça do Trabalho atendeu a um pedido do sindicato patronal e determinou que o Sindicato dos Rodoviários mantenha 50% da frota nos horários de pico e 30% no fluxo normal.

Entretanto, os trabalhadores afirmam que vão descumprir esta determinação, e que nenhum veículo sairá da garagem. Por isto, também não haverá o esquema de catraca livre – sem cobrança da passagem -, já que não haverá circulação de ônibus.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *