970×90

Vacina contra a gripe: menos de 36% das crianças procuraram os postos de saúde em Salvador

As crianças permanecem com uma baixa procura com apenas 35,6%(Foto: Reprodução)

Com o objetivo de aumentar a cobertura da vacina contra a gripe em Salvador, a Secretaria Municipal da Saúde irá intensificar as ações extramuros a partir dessa sexta-feira (18). Além das 126 salas de vacina funcionando nos postos de saúde tradicionais, será ampliada a busca ativa do público alvo em abrigos, creches, escolas, hospitais e maternidades do município.

“Estamos percebendo uma certa resistência por parte da população em procurar os postos, apesar de todo o empenho da pasta no sentido de conscientizá-los da importância da vacinação. Temos pressa em proteger nossas crianças, idosos, gestantes e demais grupos elegíveis, já que nesse ano são dez óbitos contabilizados por conta do agravo”, pontuou Doiane Lemos, subcoordenadora de Doenças Imunopreveníveis de Salvador.

Durante a estratégia os profissionais irão além do espaço físico das unidades de saúde, ou seja, levar o imunológico aos principais grupos prioritários que estão concentrados em abrigos, creches, escolas, hospitais, maternidades e delegacias já que nesses locais estão (crianças -menores de 05 anos-, gestantes, puérperas, profissionais de saúde, idosos e pessoas privadas de liberdade, por exemplo). Os idosos acamados, o familiar deverá realizar o agendamento na unidade de saúde mais próxima de sua casa para que os profissionais possam ir até a residência fazer a imunização. É necessário apresentar documento de identificação, cartão SUS e comprovante de residência.

Iniciada no dia 23 de abril, Salvador já imunizou cerca de 322 mil indivíduos, o que corresponde a 53% de cobertura.  As crianças permanecem com uma baixa procura com apenas 35,6% (mesmo após duas crianças terem morrido na capital, vítima da influenza).

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *