970×90

Bahia cede empate ao São Paulo no último minuto do jogo na Fonte Nova

Bahia 2 x 2 São Paulo

Com gol de Shaylon aos 47 minutos do segundo tempo, o São Pauloarrancou um empate por 2 a 2 com o Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador, e segue invicto no Campeonato Brasileiro. A primeira vitória fora de casa, como era esperada pelo técnico Diego Aguirre, ainda não veio nesta 5ª rodada, mas a igualdade no finalzinho da partida deu um sabor de triunfo. Do outro lado, o time baiano segue pressionado pela zona de rebaixamento.

Mesmo com o empate amargo dentro de casa, o Bahia tem motivos para comemorar: na quarta-feira, às 20h, decide a vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil depois de vencer o primeiro jogo por 3 a 0 em cima do Vasco. Só que, no Campeonato Brasileiro, o clube aparece com apenas cinco pontos e há três jogos sem vencer. Do outro lado, o São Paulo tem sete pontos, no meio da classificação.

Os times começaram a partida se estudando, trocando passes no meio de campo e ainda sem se arriscar no ataque. Só que na primeira investida o Bahia já conseguiu abrir o placar. Zé Rafael encontrou espaço pela esquerda, driblou a marcação e acabou derrubado por Hudson, que chegou por trás. Edigar Junio cobrou no canto esquerdo e mandou para o fundo das redes aos 11 minutos de bola rolando. – Sidão chegou a tocar nela, mas não evitou.

Pouco tempo depois, aos 16 minutos, o Bahia já poderia ter ampliado. Zé Rafael recebeu bom cruzamento da direita e pegou de primeira com a perna esquerda, mandando na trave de Sidão. A partir daí o São Paulo passou a crescer na partida e deu pinta de que buscaria o resultado fora de casa. A primeira oportunidade saiu aos 19 minutos, com Nenê. Ele recebeu de Lucas Fernando, driblou o goleiro, mas perdeu o equilibrou e viu o zagueiro salvar em cima da linha.

Depois de tanto insistir o time de Diego Aguirre conseguiu deixar tudo igual em Salvador. Hudson achou Nenê na intermediária e o meia encontrou um lindo passe para Tréllez, por elevação. O colombiano não titubeou e mandou de perna direita para o fundo das redes, sem deixar ela cair, aos 30 minutos. A partir daí o jogo foi ficando mais truncado, com os times buscando fechar os espaços na marcação.

Só que antes do apito final o Bahia conseguiu ficar novamente à frente no marcador. Elton mandou um lançamento longo para o ataque, Élber ganhou pelo alto dos zagueiros e ajeitou para Edigar Junio, que bateu de primeira no contrapé de Sidão aos 38 minutos. O gol saiu no momento em que o time da casa caia de produção e serviu para dar tranquilidade aos baianos.

Para o segundo tempo o São Paulo voltou menos criativo. Reinaldo era a alternativa pela esquerda, mas a marcação dobrou em cima do lateral e passou a criar contra-ataques pelo setor. O recém-contratado Everton sofria para servir os companheiros e Nenê tentou uma dobradinha com Tréllez, mas também tinha dificuldade para romper as linhas do adversário.

Lançado ao ataque, o São Paulo subiu seus jogadores e passou a marcar pressão, buscando uma oportunidade de pegar os zagueiros mal posicionados. Só que, por outro lado, abriu muito espaço para o contra golpe. Aos 43 minutos, Kayke recebeu de frente com Sidão e o goleiro defendeu com o peito. Ele ainda saiu jogando, buscando armar um novo ataque.

Quando o jogo já estava no apagar das luzes, aos 47, Shaylon recebeu na intermediária e ajeitou o corpo para bater de forma despretensiosa. Com espaço, ele teve tempo para mirar no ângulo direito do goleiro Douglas Friedrich, que não teve nenhuma chance de evitar o empate na Arena Fonte Nova.

Com uma semana para trabalhar, o São Paulo volta a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Santos no Morumbi, em São Paulo, pela 6ª rodada do Campeonato Brasileiro. Já o Bahia viaja para enfrentar o Palmeiras no Allianz Parque, também em São Paulo, mas às 21h de sábado.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *