970×90

Suspense, morte e muito mais: confira o que vai rolar o último capítulo de O Outro Lado do paraíso

A coluna Telinha, do jornal Extra (RJ), divulou hoje um resumo de tudo ue vai acontecer no ´´ultimo capítulo de O Outro Lado do Paraíso, que acontece na noite desta terça-feira (11). Confira o que vai rolar:

Desespero de Clara

O capítulo começa com o desespero de Clara (Bianca Bin) com a possibilidade de voltar a ir para o hospício. “Não acho justo ser julgada pelos crimes da Sophia (Marieta Severo)!”, fala ela, chorando. “A Sophia e o advogado dela fizeram o processo se voltar contra você. Amanhã certamente ela sairá livre”, fala Patrick (Thiago Fragoso).

Grande Mãe aparece

A Grande Mãe (Zezé Motta) procura Clara e diz que tem algo importante a revelar a ela: “Eu protejo todos naquele quilombo, cê foi professora lá. Vim cuidar de você. Eu tenho um relógio dentro de mim, que diz a hora certa. Agora é a hora certa pra falar”.

Mariano mostra cicatrizes

De volta ao julgamento, Mariano (Juliano Cazarré) aparece ao lado da Grande Mãe. Todos se chocam. Ela relembra do dia que o garimpeiro chegou ferido ao quilombo. “Eu só digo que esse homem merece justiça”, fala. Mariano dá o seu depoimento e revela tudo que aconteceu. “A Grande Mãe me curou pra eu vir aqui e dizer que a Sophia tentou me matar, e só tou vivo por sorte. Ela matou o Laerte, a Vanessa e o Rato. Ela é uma assassina”, conta. Todos na plateia ficam horrorizados. O advogado de Sophia insiste que tudo não passa de um plano de Clara e Mariano abre a camisa e mostra a barriga cheia de cicatrizes.

Sophia confessa crimes

Pressionada, Sophia acaba confessando os seus crimes: “Eu sou uma pobre mulher. Tive uma infância difícil. Tive que me submeter ao desejo dos homens, pra sobreviver. Mas consegui casar e constituir uma família. Me tornar respeitada. Ter um lugar na sociedade. E de repente, por culpa de um encontro com essa velha, o Laerte me chantageou. Meu mundo ia ruir. Eu perdi a cabeça. E todos, todos, continuaram a me chantagear, a me colocar contra a parede. Eu tive que me defender. A vítima fui eu. Vítima até mesmo do Mariano, a quem eu nunca, nunca quis matar. O Mariano me pertencia. Eu não podia permitir que fosse de outra mulher. Eu só me defendi das chantagens. Eu só me defendi por amor”.

Clara comemora fim da vingança

Logo depois, o júri retorna e decide seguir a avaliação psiquiátrica. “Este tribunal determina que Sophia Montserrat seja transferida a um manicômio judiciário. E só sairá quando tiver alta médica, dada por uma junta de psiquiatras. Os médicos do manicômio decidirão se e quando ela poderá sair”, fala Raquel. Sophia reage e Clara se aproxima: “Sophia. Vai passar por tudo que eu já passei. Você foi minha última vingança. Eu venci”.

Sophia é internada em hospício

Sophia é levada para o manicômio e dá um ataque. “Eu não sou louca. Tudo foi uma armação da Clara”, grita ela, que dá um tapa na cara da médica. Sophia grita e se debate enquanto é presa na máquina de eletrochoque.

Na Telinha/Jornal Extra/Carla Bittencourt

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *