970×90

Prefeitura forma grupo de trabalho para inspecionar imóveis

Sosthenes Macedo, diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal) (Foto: Max Haack/Secom PMS)

A Defesa Civil de Salvador (Codesal) instalou um grupo de trabalho voltado para ampliar as atividades do Projeto Casarões, ação desenvolvida pelo órgão no Centro Histórico e que já resultou na vistoria de 437 imóveis.

“Reunião com representantes da Semps, Sedur, Seinfra, Sefaz e Fundação Mario Leal Ferreira serviu para formalizar as diretrizes para essa nova etapa de inspeções técnicas preventivas de imóveis públicos e particulares da capital”, explica o diretor-geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

Segundo a coordenadora de Ações de Prevenção e Redução de Riscos do órgão, Gabriela Morais, essas vistorias permitem uma visão detalhada das condições do imóvel que são, posteriormente, georreferenciados por meio do software Q-Gis.

“A partir do levantamento é possível ter acesso imediato aos dados construtivos do imóvel, as condições da construção, se há risco de desabamento no local, se sofreram danos por problemas relacionadas à chuva ou estruturais”, enfatiza.

Dos casarões vistoriados, constatou-se que 143 apresentam risco muito alto em sua estrutura; 123, risco alto, 65, risco médio; 78, risco baixo e 28, sem risco. Os diagnósticos e demandas por obras são encaminhados aos proprietários. Caso o imóvel seja tombado, as obras solicitadas pelos técnicos do órgão são encaminhadas ao Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) ou ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que cuidam do patrimônio histórico, para que adotem os procedimentos necessários.

Notícias Relacionadas

Deixe uma Resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *